Eu quero te conhecer melhor

Chega de twitter, pelo amor de deus CHEGA

2020.11.23 23:21 akiravitoria Chega de twitter, pelo amor de deus CHEGA

OBS: Agora que eu li tudo eu percebi que eu usei uma linguagem bem rude, perdão se eu soar babaca ou pedante é que eu tava muito puta da cara escrevendo, enfim:
Entrei nessa porra desse site de merda a um ano e puta que pariu que erro enorme, nem só pelo site ser uma merda mas por ter conhecido pessoas e me relacionado com elas lá, ao longo desse um ano eu percebi que um amigo meu era pedófilo, entrei em um monte de briguinha idiota, vi gente que eu amava cometendo literal suicídio e adquiri depressão, e inclusive no meio dessas briguinha idiota eu acabei fazendo MUITA, mas MUITA merda por imaturidade, e por conta disso um monte de gente que eu amava me largou bem quando minha depressão começou a ficar mórbida pra caralho, vi gente que eu nem conhecia me bloqueando e CARALHO quando tu é jovem e tu percebe que existem pessoas que te odeiam porra tu fica zoado, mas ok, reconheci toda merda que eu fiz, tentei superar isso, virei uma pessoa mais madura e tô tentando seguir com minha vida bem e tranquila na medida do possível, e hoje do nada essas brigas idiotas voltaram, eu ainda não sei o porquê depois de MESES elas voltaram, mas bem, voltaram, e eu me vi sendo bloqueada por uma das pessoas mais gentis e legais que eu já tive prazer de conhecer e ela ainda se recusando a falar comigo ou me dar uma explicação, não, eu não sou vítima e de certa forma eu mereço isso, mas porra MESES depois de toda briga, tipo, MESES, eu tô só tentando viver minha vida e já tava bem afastada de todo mundo dessa briga, mas depois de MESES isso veio me buscar, e aí depois de um ano usando esse site com muita tristeza e raríssimos momentos de alegria genuína eu concluí: fodase, vou sair, se depois de meses dessa briga isso ainda me assombra, eu acho que vai ser melhor pra todo mundo se eu sair, quero que o Twitter deixe de ser minha segunda vida e vire algo que eu usei bastante durante um ano no meio de uma pandemia mundial e só, muita gente lá não gosta de mim, eu não tô feliz e eu sou um puta imã pra confusão e coisas do qual eu vou precisar de dez anos de terapia pra superar, as pessoas lá não gostam de mim, tenho alguns poucos amigos de lá que ainda tão comigo e eu vou manter contato com eles por discord. Pretendo começar a usar bem menos até largar totalmente, e apesar de tá triste com toda essa situação merda eu tô bem por tá largando isso. E como eu já disse, não sou vítima, tô comendo o pão que eu implorei pro diabo amassar e tô tentando amadurecer e me redimir dos meus erros, mas acho que é impossível eu seguir em frente estando presa a literal fonte de todos esses problemas
submitted by akiravitoria to desabafos [link] [comments]


2020.11.20 20:42 MaryColds Hj eu tive um sonho muito bom (*´ω`*)

Eu sonhei q fui na casa de uma vizinha aqui do prédio q era minha prof de reforço quando eu era pequena. Quando eu cheguei lá, tinha dois meninos numa rede, dois muleke sabe, de uns 10 anos por aí, eles tavam assistindo uma série no celular. Aí eles me chamaram pra assistir com eles, aí eu deitei na rede e fiquei lá assistindo, agente tava rindo muito.
Aí quando fui reparar nos muleke, era o cellbit nenê e o outro era um cara q era amigo dele, um muleke alto, canela seca, cibite baleado sabe, tinha um cabelo loiro.
Enfim...
Aí eu reparei q todo esse tempo eu TB tava criança, tipo, um 10 anos de idade, tava todo mundo alí com uns 10/9 anos.
Aí o Cellbo falo q tava na hora dele ir embora e saiu (Ele só fez uma leve aparição especial no sonho kkkkkk).
Aí eu e o carinha cibite baleado viramos muuuuuito amigos kkkkkkk
… Ele n me falou o nome dele, então vou chamar ele de… sla, Lucas? É, acho q Lucas é um bom nome kkkkkk
Aí a gente saiu pra brincar no parquinho do prédio e tal, aí chegou um outro muleke aleatório em cima do parquinho e falou "Mary, agora tu só anda pregada nesse muleke"
Aí o Lucas falou "é pq vc n viu o jeito q a gente se conheceu, parecia até início de fanfic"
Kkkkkkkkkkkk
Aí a gente saiu correndo pra brincar e tal.
Mano, de repente eu reparei, aquele corpo de criança, é tão bom, eu corria como se eu tivesse energia pra eternidade, era muito legal, n cansava, era muito bom.
E o Lucas era tão alegre, tão energético, a presença dele era tão boa, ele era tão infantil, me fazia bem só de ver o sorriso dele. Era tipo eu atual, no corpo de 10 anos com um pouco de consciência de hj sabe, mas bem pouca. Era revigorante.
Aí teve uma hora lá que a gente brigou por algum motivo, parece q ele tava tipo com ciúme de mim, mas eu n reparei isso ele tb n sabia explicar o q era pq tava todo mundo criança kkkkkkkkk
Aí a gente brigou.
Eu saí p*** da casa dele, descendo as escadas p*** kkkkkkk, e vi o pai dele subindo. Aí o pai dele perguntou:
(Específico né? Psé, ele tava certo, o meu subconsciente me conhece muito bem kkkkk. É q tipo, eu sou assim mesmo kkkkkk, se hj em dia um amigo meu brigasse comigo e de repente parasse de falar comigo ou algo assim eu sumia, tipo, deixava mesmo de existir na vida daquela pessoa, achando q o melhor a se fazer seria deixar de fazer o mal q eu provavelmente faço na vida daquela pessoa. N sei se deu pra entender.)
Aí eu li o bilhete e nele tinha escrito algo assim:
"Eu n quero q vc suma, só q vc... seja só minha, pq eu já sou só seu..."
Fofo né? E muito criança kkkk
Eu quando vi fiquei muito envergonhada com o coração aquecido sabe, só q como eu era criança no sonho eu n sabia o porquê daquele sentimento kkkkkkkk
Aí, quado eu termino de descer as escadas, do lado de fora, tem um monte de muleke arrodiado num canto, eu vi aquilo e fui correndo lá ver de curiosa kkkkkkk
Aí os muleke fala "ELA CHEGOU!"
Aí eu vejo um muleke lá segurando o Lucas pelo braço a força e chega outro muleke e me pergunta "Vc aceita se casar com o Lucas?"
Aí eu e ele olha um na cara do outro e fala "EEEEEECCCCCAAAAAA!!!!!!!! DEUS ME LIVRE!" Kkkkkkkkkkk De novo, bem coisa de criança né kkkkkkkkk
Aí do nada corta pro futuro, eu atualmente e ele grande. O cara ainda cibite baleado e cabelin loiro, porém um prédio de altura.
Aí tem tipo uns amigo meu lá q n sei quem é falando "Vai! Vai logo! Vai logo! Fala!" pro Lucas.
Aí eu fiquei aguniada, meti o Loko e falei o q eu imaginava o q era, falei bem rápido "Quer namorar comigo? Não né? Então ta, amanhã a gente se vê!" E sai quase correndo de vergonha kkkkkk
Aí ele grita - Espera! - O q? - É… - É oq?
Aí ele vira de costas e fala "Sim..." com a cabeça abaixada de vergonha. Aí eu corro e pulo nele e dou um abração com ele de costas, e foi tãããooo booommmm (◡ ω ◡). e
Aí eu acordei, e até agora tô chateada por essa criatura não existir kkkkkkk
Ele n era o menino mais bonito, mas, a alegria dele, aquele sorriso, aquela infantilidade, aquela vontade de viver, parecia q me tirava toda a ansiedade, curava até depressão _^
🤗
Se alguém q leu esse poste teve um sonho interessante, bom ou ruim, conta aqui nos comentários, amo falar de sonhos _^
submitted by MaryColds to desabafos [link] [comments]


2020.11.20 01:45 _Lupin MONSTER

MERMÃO, EU TOMO MONSTER, TENDEU? M-O-N-S-T-E-R!!! A MELHOR BEBIDA JA FEITA PELA HUMANIDADE, ÓBVIO QUE TU NÃO VAI CONHECER PQ TU É VELHO, MAS EU, EU SOU ADOLESCENTE MODERNO TA LIGADO???? EU PEGO 8 CONTO EM TROCO E VO NO MERCADO, FAZER O QUE?? COMPRAR UM MONSTER PORRA, ADOLESCENTE MODERNO SÓ TOMA MONSTER E POSTA FOTO MESMO, PRA ESCULACHAR NESSA TUA CARA DE VELHO QUE TOMA BEBIDA ALCOÓLICA E DOLLY, QUE MONSTER TA COM TUDO E VOCÊS COM NADA!!!!!!!!!!!! AH E SÓ PRA TU SABER, TUA BEBIDA COM GOSTO DE NADA QUE AINDA É FORTE, É 400 VEZES MAIS CARO QUE MEU MONSTER E 1 MILHÃO DE VEZES PIOR, ENQUANTO MEU MONSTER É VARIADO EM SABORES E UM MELHOR QUE O OUTRO, ALÉM DE QUE NÃO TE DEIXAM FORA E NÃO DA DESGOSTO PROS TEUS PAIS. TENDEU NESSA PORRA?????? MONSTER É TUDO, POSTO FOTO MESMO E COMPRO QUANDO QUERO, PQ MONSTER NUNCA SERÁ SUPERADO, RED BULL É COISA DE BAITOLA CHUPA ROLA, MONSTER É COISA DE CABRA MACHO, MACHO ALFA, HOMEM, SUJEITO MACHO, CAMPEÃO!!!!!!!!!!! AGORA DA LICENÇA QUE TENHO QUE IR COMPRAR MEU MONSTER DE HOJE E POSTAR MAIS UMA FOTO PRA TU FICAR COM RECALQUE DE MIM QUE SOU UM ADOLESCENTE MODERNO ENQUANTO TU É SÓ UM FUDIDO.
submitted by _Lupin to copypastabr [link] [comments]


2020.11.19 10:45 chinapooh010 Tenho problemas com play 2

Bicho, uma coisa que eu admito é que eu acho é que o play 2 foi um dos melhores, se não o melhor console que já existiu, mas parece que ele me odeia.
Para eu dar contexto para isso, vou explicar desde meus 6-7 eu estava no começo do fundamental 1, minha família não era totalmente pobre, mas tinha muita dificuldade financeira na época, minha mãe trabalhava de diarista, minha tia trabalhava em cantina de escola, meu pai mecânico e meu tio era...bem, para falar a real eu não lembro direito o que ele trampava naquela época, mas enfim, a primeira vista parece que isso daria uma renda estável para a família, tirando o fato que além dos 4 e eu, ainda tinha minhas duas primas, meu avô e minha avó que não tinham aposentadoria.
E o pior, meu pai quase não botava dinheiro em casa, ele sempre tava com alguma roupa de marca e sempre gastava dinheiro em festas com amigos, o mesmo tampava das 8am até 9pm, mas tinha vezes que eu não via ele até o fim de semana.
Na escola eu não tinha praticamente nenhum amigo, só um que era do prézinho, porém a gente se distanciou pelo tempo, e nessa época o ps3 já estava nas lojas a um bom tempo, mas como era Brasil, ele só ficou popular aqui quando o Yudi e a Pricila começaram a dar ele no Bom dia e cia, e a maioria das pessoas da minha sala tinham um ps2 ou ps3, e eu sempre sobrava nas conversas, meus brinquedos mais tops eram aqueles dinossauros sortidos que vendem em lojas Ching Ling.
Pulamos para alguns meses para frente e um dia, meu pai entra no meu quarto com uma sacola branca com a logo das Casas Bahias, isso é algo que eu lembro como se fosse ontem, ele me deu a caixa com o videogame e eu fiquei muito feliz por finalmente poder ter o que conversar de verdade com meus "amigos"(ps:eu mentia que tinha um videogame para não me sentir mais excluído), depois de instalar o videogame, testamos o jogo e foi de boa, era um jogo de dança aleatório que nunca lembrei o nome e nunca achei nada sobre ele, tudo estava uma maravilha, até que meu pai testa uns jogos que ele comprou na freira e vê que não funcionava por o meu play não estar desbloqueado, com isso, ele levou o mesmo para desbloquear.
Passou cerca de 2-3 meses pro cara desbloquear e quando minha perguntou o que aconteceu com o videogame(que ainda estava sendo parcelado por ela), ele disse que o cara passou a perna nele e roubo o videogame.
Passou mais alguns meses e descobri que minha mãe estava grávida, fiquei feliz por deixar de ser filho único, porém o que era para ser um momento feliz e animado, foi um dos piores momentos da minha vida, vamos por partes.
Lembram de uma notícia de 2008-9 de um menino que foi atropelado e que foi uma puta comoção? Bem, ele era um amigo meu da minha rua, por "sorte" eu era muito novo quando éramos amigos então não lembrava tanto dele para poder sentir uma dor tão grande, depois meu avô fumante foi internado e ficou vários meses internado no hospital, até que o mesmo veio a falecer no final de 2009, isso foi alguns meses antes do meu irmão nascer, sendo assim ele nunca teve a oportunidade de conhecer seu neto mais novo, algum tempo antes de meu irmão nascer, descobri que meu pai e minha mãe se separaram e ele foi morar em outra casa, isso me deixou em choque por um tempo(hoje vejo que essa foi a melhor decisão que minha mãe já tomou).A essa altura você deve se perguntar onde está o play 2 nessa história? Eu te explico
Alguns meses depois, eu fui ver meu pai na nova casa "dele", lá eram duas ou três famílias, não lembro direito, mas enfim, lá conheci um menino praticamente da minha idade, ele era filho da outra família de lá(eu não quero julgar ninguém, mas aquilo parecia uma casa de traficante a entrada era uma casa de classe média baixa, mas nos fundos o local parecia ser de classe média alta), esse menino tinha um play 2 e nós ficávamos jogando nele de boa, até que um dia ele disse:"sabe? Esse videogame, foi seu pai que me deu.".Pqp, isso me quebrou legal, um videogame desbloqueado, idêntico ao meu, como não notei, antes? Eu manti isso como um segredo para mim mesmo, até que um dia eu perguntei pro meu pai se ele que deu esse videogame praquele menino, e ele disse:"cê é loco fi? De onde você acha que eu ia tirar dinheiro para isso?", e em nenhum momento ele olhou para mim nessa conversa.
Depois do tempo percebi que meu pai era um verdadeiro arrombado, não só por isso, mas por várias outras coisas que ele fez com minha mãe e comigo, vários anos depois, eu já não confiava mais nele, até que algum tempo antes do natal ele disse que daria um play 2 para eu e meu irmão, e nesse momento eu decidi tentar confiar nele mais uma vez, passou Natal, Ano Novo, o aniversário do meu irmão e até mesmo Páscoa, e nada de play 2 ou qualquer explicação, até um dia que eu fui perguntar disso para ele, e o mesmo disse:"ah! A mulher que eu tava negociando, tá demorando para entregar o play 2".Caramba, o cara não consegue nem falar que ele não conseguiu ou pedir desculpas, pelo a amor de Deus.Nesse momento nunca mais confiei nele na vida e continuo sem confiar, porque se a vida da minha mãe e a do meu irmão dependesse dele, eu estaria vivendo na rua ou morto.
Extra:algum tempo depois, meu tio comprou um play 2 usado com um amigo dele, para revender, isso foi alguns dias antes do meu aniversário, aí eu pensei "porra meu tio vai dar o presente que meu pai tirou de mim", quebrei a cara kkkkk, mas certeza que ele fez sem maldade, já que nele eu realmente eu posso contar.
submitted by chinapooh010 to desabafos [link] [comments]


2020.11.16 16:14 OnlyPeace_M 77 motivos para não cometer suicidio:

1- tomar banho de chuva outra vez
2- ouvir um eu te amo
3- poder dizer isso de volta
4- "roubar" comida do prato dos seus amigos
5- quase morrer de rir com as pessoas que você ama
6- viajar para conhecer outros ares
7- tomar banhos quentes
8- ver pessoas sorrindo
9- caminhar de pés descalços na grama fresca
10- sentir a ótima sensação de entender algo complexo que alguém falou
11- assistir um bom filme com amigos por ligação
12- ouvir a sua música favorita pela vigésima vez
13- conseguir dinheiro
14- achar fotos antigas
15- conhecer novas pessoas
16- comer sua comida preferida
17- plantar algo e ver crescendo
18- aprender um novo idioma
19- aprender a cozinhar melhor
20- tirar fotos engraçadas
21- cantar em um karaokê
22- brincar que nem criança em brinquedos infláveis
23- assistir um bom filme no cinema
24- brincar de acertar o alvo
25- ter piadas internas
26- ver raios
27- se apaixonar e ser correspondido
28- olhar pela janela numa viagem
29- sentir o cheiro do mar
30- se sujar no barro e depois mergulhar num lago
31- tocar um instrumento musical
32- nadar em dia de chuva
33- sentir a brisa em um dia quente
34- mudar o corte de cabelo
35 -encarar seus medos
36- ter a oportunidade de ver pessoas que ama melhorarem de vida
37- poder ajudar alguém que tanto precisa
38- olhar no relógio ao acordar e perceber que tem mais 5h de sono
39- dormir numa noite de chuva sem ter hora para acordar
40- ter pelo menos um animal de estimação
41- estralar o corpo
42- usar suas roupas favoritas
43- tirar nota máxima em algo
44- saber que sua vida tem um sentido muito maior
45- passar o dia sem fazer nada estressante
46- assistir boas séries e bons doramas
47- virar o travesseiro para o lado frio
48- acordar no dia de ir a um passeio
49- praticar seu esporte favorito
50- dar um abraço de urso
51- cantar em harmonia com seus amigos
52- assistir aos fogos queimando no ano novo
53- seu próximo aniversário
54- olhar as estrelas
55- andar de barco
56- ler os livros que você quer ler
57- mergulhar
58- conhecer novas culturas
59- sentir a sensação de alívio por ainda estar vivo
60- aproveitar o próximo natal
61- o simples fato de poder existir quando tantos já se foram
62- ver a si mesmo se recuperando
63- ser uma inspiração
64- ser uma melhor versão de si mesmo a cada dia
65- VOCÊ faz outras pessoas felizes
66- só existe um de você em todo o mundo
67- suas cicatrizes sararão
68- sempre existirá uma solução
69- existe Alguém que pode te ajudar
70- VOCÊ É IMPORTANTE
71- seus amigos
72- seus irmãos
73- seus pais
74- seus avós
75- você pode pedir ajuda, você não esta sozinho (a).
76- mesmo não te conhecendo, te quero vivo (a)
77- o seu mundo não será o mesmo sem você.
Suicidio não é e nunca vai ser a saída, vai ficar tudo bem.
Se precisar pode me chamar no PV para trocarmos uma ideia.
Adaptação feita por Dionatan Israel, da versão de Giovana Hernandes.
submitted by OnlyPeace_M to desabafos [link] [comments]


2020.11.15 07:21 Discombobulated_Can7 Me sinto sozinho e abandonado, mas fiz isso comigo mesmo

Aviso de gatilho: depressão, problemas de imagem corporal, suicídio.
Eu estou postando esse desabafo basicamente porque: a) a terapia não tem ajudado e nem tenho sentido que há um espaço para falar o que realmente sinto; b) me sinto extremamente culpado por sobrecarregar meus amigos com a minha vida. Pelo menos aqui vocês já esperar ouvir esse tipo de coisa.
Eu sou uma pessoa horrível. Em todos os aspectos possíveis da vida. Talvez comece pelo físico, porque é o mais gritante e imediato, e talvez seja o que mais me incomoda. Não é que eu não gosto de uma parte ou outra do meu corpo, é que eu de fato sou objetivamente feio, e não só feio, como inumano; não acho que as pessoas mereçam ter que me ver. Mas isso me faz não querer sair de casa, me faz quase chorar toda vez que estou em público perto de pessoas da minha idade e/ou que considero atraentes, me faz ficar no escuro para não ter que eu mesmo encarar meu próprio corpo. me faz me afastar de basicamente todo mundo. Além disso, eu sou insuportável, irritante e inconveniente. Sou extremamente irresponsável, e fraco, não tenho nenhuma aptidão social ou afetiva, não sei lidar com situações de pressão nem com pessoas. Não trato meus amigos da forma como eles merecem e estou constantemente duvidando da amizade deles, porque não acredito que consigam gostar genuinamente de alguém tão lixo. O único aspecto positivo em mim é que dizem que sou inteligente. Dizem, porque eu não acho, me acho ok e por vezes bem burro. Eu já tentei mudar minha personalidade, mas não consigo mudar de verdade porque continuo me odiando profundamente por causa do meu corpo, e meu ódio por mim mesmo me leva a continuar sendo uma pessoa ruim.
Eu me sinto extremamente sozinho e abandonado no mundo. Ao mesmo tempo, eu entendo porquê. Primeiro, não faz sentido que alguém se aproxime de alguém tão horrível. Menos sentido faz que permaneçam. Não que eu não ajude nisso. Toda vez que começo a me envolver afetivamente com alguém (não só em termos de relacionamento sexual-amoroso, mas também de amizade) — na maioria das vezes, virtualmente — minha cabeça já fica em estado de alerta e desconfiança. Já tive muitas decepções e estou sempre esperando a pessoa perceber que eu sou horrível e me deixar logo (sempre acontece). Para evitar que a pessoa se decepcione e me decepcione quando me conhecer pessoalmente, eu deixo bem claro desde início o quão horrível eu sou. Se a pessoa não acredita, faço questão de convencê-la, digo que ela vai se decepcionar muito quando me ver pessoalmente; que sou uma aberração. Alguns dizem que não ligam para aparência, obviamente é mentira (e não é como se eu fosse só feio, eu sou realmente repugnante). De qualquer forma, mesmo os amigos que continuam não me aguentam mais, e eu percebo isso claramente neles, e por isso eu escolho me afastar cada vez deles. Não os culpo. Além de tudo que eu expus, eu sou monotemático. Quando estou mal, não consigo pensar em quase mais nada, e estou sempre mal. Ou eu sou sincero com meus amigos e nossas conversas viram um insuportável ciclo eterno e irritante que desanima qualquer um a continuar se engajando na conversa; ou eu finjo que estou bem e converso sobre qualquer outra coisa, amenidades, o que seja; mas não consigo deixar transparecer nada profundo, porque estou sendo só superficial e mentindo para agradá-los. Por isso, escolho me afastar. Alguns, não respondo faz semanas. Não que eu tivesse muito amigos, também. São bem poucos, a grande maioria nem liga pra mim ou dá falta da minha presença; também. Se eu me matasse, acho que seria algo que afetaria eles não pela admiração que tem por mim, ou por ser importante para eles; mas mais pela culpa. Não cito minha família, porque os odeio e é recíproco. Não fui eu quem comecei.
Mas esse afastamento voluntário dói. Dói muito. Mesmo sendo alguém tão desprezível, mesmo sabendo que é melhor não ter contato com ninguém; mesmo assim, a solidão é um lugar desolador. Eu estou mal, eu me odeio, e não tenho ninguém para conversar sobre isso. Eu quero contato humano, afeto, carinho; quero poder contribuir positivamente na vida de pessoas e ouvir o que elas tem a dizer, quero compartilhar coisas com elas, quero conseguir encontrar prazer em conexões realmente profundas, quero me sentir acolhido e confortável... mas não dá. Porque eu sou eu. E não tenho solução.
Estou no pior momento da minha vida e nunca me senti tão sozinho no mundo, tão só por minha conta, tão desajudado. Como se confortar e ajudar a si mesmo como você odeia tanto a sua própria companhia? Como pedir ajuda se qualquer contato que você tiver com outras pessoas só vai servir pra te ferir, e muito mais importante que isso, ferir elas? Não aguento mais. Não faz nenhum sentido continuar. (Não vou me matar, mas só porque sou tosco o suficiente até para encontrar meios fáceis e menos traumáticos para as pessoas ao redor de fazê-lo. Mas devia. Muita gente tem feito isso ao meu redor. Muita gente muito melhor do que eu.)
Sei que ninguém leu até aqui, e que esse post vai ser solenemente ignorado. É enorme. Mas pelo menos botei pra fora algumas coisas que tava querendo botar.
submitted by Discombobulated_Can7 to desabafos [link] [comments]


2020.11.11 11:30 Heludido A verdade sobre ligações de Call Centers

Olá a todos.
É minha primeira postagem aqui no Reddit e confesso que estou um pouco assustado, não sei quanta repercussão essa postagem pode vir a causar, mas eu realmente preciso desabafar e, qual a melhor maneira senão me abrir para milhares de brasileiros que possam vir a ler as palavras que vou escrever?
Antes de tudo, eu peço desculpas pelo meu Português, confesso que não sou muito fã da nossa "língua mãe".
Vamos começar com o desabafo e a realidade.
Todos nós sabemos como é chato receber ligações de Call Center oferecendo serviços todo santo dia, e mesmo você insistindo com o operador que está do outro lado da linha para remover o seu número do sistema, mesmo você insistindo dizendo que não conhece tal pessoa no número registrado ou que não está interessado, as ligações incessantes continuam sem parar. Nesse momento, é quando estamos tão bravos com isso que acabamos descontando no atendente que está do outro lado.
Se em algum momento você parou e se perguntou: Por que diabos continuam me ligando se eu já cansei de insistir nas dez ligações que recebo por dia para removerem meu número do sistema e ainda sim continuam insistindo?
Bem meus caros, vou revelar a verdade para vocês agora. Provavelmente alguns sabem como isso funciona, mas... Vou tentar ser o mais breve e simples possível. Se você não passa por esse problema, provavelmente conhece alguém que sofre disso, então peço encarecidamente que mostre essa postagem / thread para quem sofre com essa situação diária.
Eu tenho 27 anos e trabalho em um Call Center. Por motivos óbvios eu não vou revelar meu nome, mas creio que um dia vocês vão descobrir, estou trabalhando nessa área meramente por necessidade (afinal, quem gosta de trabalhar em Call Center?). Eu trabalho atualmente com vendas ATIVAS empresariais (eu só quero a pausa, quem já trabalhou com isso vai entender). De Segunda-Feira à Sexta-Feira eu faço em torno de 300~400 ligações todos os dias simplesmente para ouvir: não, não tenho interesse, a empresa é um lixo, você é um lixo e assim por diante.
O que pouca gente sabe ao pedir para remover o número do sistema e que não pretende mais receber ligações é o seguinte: um operador não tem o poder de tirar o número do sistema ou fazer qualquer observação para não ligarem mais para o titular de uma linha.
Na minha empresa (creio que na maioria delas sejam assim) os números são discados através do Mailing (de acordo com o Google: O mailing é uma lista de contatos com e-mail, nome, endereço, telefone fixo, número do celular e outros dados de pessoas físicas ou jurídicas. Essa lista permite que empresas entrem em contato com essas pessoas ou outras empresas para diversos fins), ou seja, o processo é totalmente automático e eu não tenho nenhum controle para quem eu estou ligando.
Para ser bem sincero, no meu setor, não importa a dor do cliente, o problema que ele está enfrentando ou se já recebeu cinquenta ligações no dia, o que importa é: vender. Sim, vamos continuar enchendo o seu saco até você comprar (de coração, eu não me orgulho disso, eu dou uma bufada de raiva e tenho vontade de socar o monitor todas as vezes que o sistema liga para um cliente).
O mais triste é quando cai uma ligação na qual o cliente comprou algum pacote há alguns dias ou meses e a portabilidade ainda não foi feita. Eu não estou falando de dois dias ou cinco na qual portabilidade ainda não foi feita, eu estou falando de meses. Imagine você, empresário, tem telefone fixo empresarial com operadora X e decide fazer a portabilidade para operadora Y, ela promete para você que em até dois dias você o seu número será transferido, e nesse tempo você fica com um número fantasia, temporário, para no fim você ficar com esse número fantasia por dois meses... Eu não consigo imaginar qual seja a dor de cabeça de um empresário, MEI ou o que for ficar sem seu telefone comercial por dois meses... A verdade é: nenhuma operadora se importa.
Como já não bastasse as ligações incansáveis te oferecendo produtos e serviços, se em algum momento você necessitar entrar em contato para resolver um problema, começa o famoso jogo do enrola: empurra para cá, empurra para lá e nunca chega a solução alguma. A verdade é: nenhuma operadora se importa.
Posso parecer um vendedor de telemarketing ativo insatisfeito, mas façam o teste: entrem no site do Reclame Aqui e busque por qualquer operadora (Oi, Tim, Vivo, Claro, Net), selecione as reclamações gerais e veja quantas delas foram respondidas... Estou falando na casa de duzentas mil reclamações e 0.001% respondidas.
Como uma pessoa que está lá dentro e vive isso diariamente, Call Center tem o maior número de rotatividade de trabalhadores no Brasil (no mundo também se duvidar). O mais triste para um operador é: se você não ofertar todos os produtos para o cliente, não abordar, não sondar (mesmo que aos 15 segundos de ligação o cliente já tenha dito NÃO), se uma chamada desse operador cair na monitoria e nela for constatada que ele não seguiu um "protocolo de atendimento", ele infelizmente leva medida disciplinar e corre o risco de nunca subir de cargo na empresa.
Resumidamente: as empresas de call center nunca vão parar de te ligar, seja Oi, Vivo, Tim, Net, Claro ou o que for, nunca vão parar.
Eu trabalho nessa empresa há pouco tempo, se eu disser um mês é muito, porém em quase um mês eu já derramei lágrimas de nervosismo por não ter conseguido vender nada até o momento. Mesmo eu recebendo um não, fugindo do protocolo de atendimento (me desculpe, não sou um robô, sou um ser humano) eu trato todos para quem eu ligo com o mais respeito e carinho do mundo, desejo bom dia, uma boa tarde com sorriso na voz para que isso talvez torne o dia da pessoa para quem eu liguei melhor e menos estressante, porém aqui do meu lado do telefone, eu me seguro para não apontar o dedo para o presidente da empresa e dizer: mude isso, porque está horrível e "deveríamos" focar em resolver os problemas, não criar mais.
É só um desabafo, mas espero que todos entendam, as ligações são automáticas e nunca vão parar de te ligar, a não ser que você bloqueio pelo site NÃO ME PERTURBE.
Obrigado se você leu até aqui.
submitted by Heludido to brasil [link] [comments]


2020.11.03 03:18 inmaskin Eu perco o interesse fácil

Uns dias atrás, eu e minha mãe estávamos conversando sobre a minha irmã e como ela é iludida facilmente por homens. Até hoje que eu saiba, todos os caras com quem ela se envolveu, acabou machucando ela de alguma forma, e esse era o assunto. Aí minha mãe falou que isso é coisa da vida e que as pessoas te iludem e a gente tem que se acostumar com isso. E foi nesse ponto que algo me tocou.
Quando ela falou isso, eu me dei conta que eu fui esse tipo de cara, que brinca com os sentimentos das pessoas, com duas garotas que eu conheci no Tinder com quem eu me envolvi recentemente. Há um tempo atrás, eu vi um post aqui de alguém desabafando falando de sua raiva por pessoas que iludem as outras, as vezes usando até seus problemas como desculpa pra isso, e eu lembro que quando li isso, parecia que era pra mim.
A primeira delas era tipo, uma pessoa incrível, foi a menina mais especial que eu conheci no Tinder (o que eu não imaginava encontrar lá). A gente saiu e foi bem daora, ela era bem tímida e eu que tive meio que controlar a situação kkk, mesmo não sendo bom nisso, e isso me encantava nela. A gente marcaria de sair de novo, porém ela morava um pouco longe de mim e a rotina dela era bem fechada, ela fazia uns cursos e não sobrava muito tempo, mas não era nada que não seria fácil de lidar. Por conta disso com o tempo eu simplesmente me afastei e não respondi ela no Wpp, sem dar motivo eu só sumi, e isso foi há um pouco mais de um ano. Eu sinto que eu perdi uma chance de poder ter alho com uma das melhores pessoas que eu conheci.
A segunda, era super bem humorada, uns três anos mais nova que eu, mas já era até madura pra idade dela. Eu conheci ela na época que eu ainda conversava com a primeira, e conhecer ela também foi um motivo pra eu deixar de falar com a primeira. A gente saiu e conhecer ela pessoalmente foi bem melhor que nas redes sociais. Depois desse encontro, a gente ainda conversou bastante e até tentamos nos encontrar de novo, mas nunca dava, nossa disponibilidade nunca era compatível, o que me desanimou bastante. E depois da pandemia nossa relação só foi decaindo, até chegar um ponto que esses dias eu não respondi a última mensagem dela, sumi e virei só mais uma visualização no status do Whatsapp.
Eu não me sinto nem um pouco bem com isso, muito pelo contrário, e eu sei que pra mim mesmo eu uso meus problemas comigo mesmo pra justificar meu sumiço, e eu sei e consigo ver claramente que eu sou o problema, que minha falta de interesse repentina e falta de empatia é que causa isso. Vendo como minha irmã está se sentindo ultimamente por conta de outro cara, fez eu me perguntar como essas duas garotas estão se sentindo ou como elas se sentiram por minha causa. Eu até tentei por algum tempo nem pensar nisso, mas eu só tava tentando esconder o fato de eu poder ter cagado na vida e no psicológico de alguém por conta das merdas que eu sinto, mas que ainda são problemas meus.
Pedir desculpas não adianta, como eu vi nesse posto que eu citei, e nada que eu fale ou que eu faça vai mudar o fato de eu ser um merda que sai da vida de pessoas achando que vai ficar tudo bem, sendo que não vai. Hoje eu percebo isso e em muitos dias eu me odeio só de pensar que talvez (eu espero que não) eu tenha feito pessoas que nem tem a ver com o que se passa comigo, sofrerem. Independente do que eu fale com elas ou comigo mesmo, nada vai mudar, pelo menos não mais.
Hoje eu sinto como se eu não merecesse alguém, e eu tenho medo de voltar a fazer o mesmo. Eu comecei a me envolver com outra garota, e eu gosto dela, mas por uns motivos, já tem uns dias que a gente não se fala, e eu começo a pensar que eu tô voltando a fazer o mesmo, então o pensamento de que eu deva ficar sozinho começa a me perturbar. Enfim, as vezes é difícil dormir comigo mesmo.
Eu não sou nenhuma vítima e nem quero ser egocêntrico demais, então qualquer crítica ou xingamento, vai ser normal pra mim, eu mesmo já faço isso sempre. Eu só precisava falar isso pq tá me sufocando cada dia mais.
submitted by inmaskin to desabafos [link] [comments]


2020.11.01 08:03 s0kora Apenas sentimentos


Sempre tão comportado, sempre tão amável, sempre mantendo as aparências, sempre rindo, sempre mostrando o meu lado mais forte, sempre tentando não odiar ninguém. Eu amo manter as aparências, a minha dignidade, o meu narcisismo, tento me mostrar o mais forte, a base mais sólida, mas não sou e nunca serei.
Hoje percebi que realmente eu quero casar, ter a maior festa da minha vida, não sei com quem será e muito menos quando, mas meu amor quando você ver o que eu tanto escondo desse mundo que tanto me corrompeu, realmente nunca me revelo, nunca ninguém viu o meu amor mais puro, o meu sorriso mais singelo. Eu sei nada disso importa no fim sempre solitário olhando a lua, contando para ela tudo que atormenta o meu coração e mesmo antes de saber do lindo conto da Kaguya, as vezes sinto que só a lua poderá ter esse meu amor, com as minhas lágrimas mais sinceras que só sobre ela eu consigo soltar, apenas a lua cheia sabe o que se passa dentro de mim, somente ela me conhece. Hoje em um dia que é a segunda lua cheia do mês estando lá no alto do céu, me encontro aos prantos, por algo que ela sabe muito bem, ela é aquela que mais me conhece, sabe que a minha primeira tatuagem será em sua homenagem e se um dia eu tiver uma filha darei o nome de Kaguya.
Sempre com os olhos cheios de lágrimas e um sorriso estridente, como eu adoro chorar com o meu maior sorriso, com o melhor de todos, sei que eu devia ser alguém, alguém que não suga a alma dos outros e os transformo, mas meu amor, eu sugo, sugo a alma deles e a transformo, a transformo em algo que eles não conhecem, eu vou mudando tudo por onde eu passo, como um tornado, transformando e marcando as pessoas, de uma forma boa, ou os inspirando a se tornar uma melhor versão deles mesmos, mas ninguém me alcança, ninguém me muda, me sinto sozinho quase o tempo todo, porque talvez eu esteja sempre sozinho.
Por favor, não me ame, não tente chegar até mim, estou sempre tão destruído por dentro que só acabaria te machucando, se você me ama me deixe só. Não tente nada comigo, isso machuca as pessoas e a última pessoa que eu quero machucar é você. Por dentro sou cheio de armadilhas, cheio de bloqueios, seria muito difícil chegar a minha parte que eu escondo e a que eu tenho mais medo das pessoas estragarem, mas meu amor se um dia você conseguir passar por todas as minhas armadilhas, todos os bloqueios que eu crio para não ter o meu interior destruído, só te peço para que me abrace e provavelmente eu chorarei, chorarei muito, perguntarei: “Por que você demorou tanto? Por que não apareceu mais rápido?”. Te contarei por tudo que eu passei, tudo que eu senti, tudo que as pessoas me fizeram passar, no quão forte eu tentei ser, mas sem ser forte. Se alguém chegar tão longe em mim saiba que te amarei pela eternidade. Se você nunca aparecer meu amor, bom se você nunca aparecer… Eu tentei o meu melhor para te achar.
submitted by s0kora to desabafos [link] [comments]


2020.10.29 10:18 nofimnaime Palavras Somente.

Eu não aguento mais conversar comigo mesmo, e como não tenho mais pessoas para isso, essa é a melhor solução. Minha vida só desanda, e desde 2017 eu não consigo segurar as pontas, tive perdas que até hoje me doem, e escolhas nas quais eu me arrependo toda a noite antes de dormir. Consegui afastar esses pesos algumas vezes durante esse tempo, mas ele volta com mais carga, cargas atuais, e isso sempre vem a calhar na semana do meu aniversário. Mas esse peso não é a dor que quase me fez ser atropelado no meu aniversário ou a entrar em pânico na frente de um mercado. Uns meses atrás conheci uma pessoa, e eu naquele momento só queria sair com alguém, aproveitar uma nova amizade e ter aquele lance casual, era só isso, eu estava no meu canto escuro do quarto, já acostumado com esse peso no meu peito, e não queria mais dor de cabeça. E infelizmente eu conheci ela, eu não dava nada pra aquela desgraçada, as mensagens trocadas porém, me fez sentir algo por ela, aquele tipo de sensação "Ok, quero ser seu amigo", e desse jeito eu descobri que ela também não estava bem, tinha acabado de sair de um relacionamento complicado de 5 anos (3 anos de namoro, mas já sofria por 5 anos), e eu botei aquilo na minha cabeça, só queria ter uma pessoa pra conversar, conviver e aproveitar tudo que dava, e depois de uma longa espera de dois dias de conversa, resolvemos se encontrar, morávamos perto do outro, na qual no meio do caminho tinha um parque, perfeito meio termo para ambos, e quando eu vi ela, tudo que eu tinha montado sobre ela mudou. Aquele mesmo sentimento que você olha e admira aquela pessoa no trem, acha tudo incrível e pensa "e se...", o diferencial mesmo foi já conhecer ela, e a cada detalhe, conversa e risadas daquele dia, eu tive a infelicidade de nutrir um sentimento por ela... Não demorou muito para as coisas rolar entre a gente, tínhamos um entrosamento perfeito, e estávamos lá, indo pra minha casa no nosso primeiro encontro, e o que eu achei disso? Eu realmente tinha me apaixonado pelo brilho do olhar dela, o sorriso dela me trazia pás e a voz dela me acalmava, era tudo que eu queria até o momento, chegando lá ela me explicou que o ex relacionamento dela ainda pesava naquele momento, lógico que eu me desapontei um pouco, mas era apenas uma apaixonisse de momento, dava para reverter, e fiz o que tinha que fazer, falei que não iria servir de ponte para ninguém superar ninguém, acabou que ela dormiu na minha casa... Foi uma das melhores noites da minha vida? CLARO PORRA, E AINDA ELA FOI A PROTAGONISTA DE UMA DAS CENAS MAIS MEMORÁVEIS DA MINHA VIDA. No outro dia, conversamos ainda mais, e na dúvida que eu estava, esperei pelo movimento dela, pra mim tudo é um jogo, cada detalhe e ação conta, e o turno dela foi pedir um Uber pra minha casa, pra passar outra noite comigo, e ela estava incrivelmente linda... maquiada com uma delicadeza... vestido que abraçava a arte corporal dela... e a boca que porta o melhor dos sorrisos...
Foi nesse momento que eu cometi o maior erro de todos, depois de uma noite incrível (outra), eu falei que queria ela pro resto da minha vida, ela ainda estava afetada pela outra, mas o coração dela já sentia alguma coisa por mim, além do relacionamento passado dela, tinha a minha ex...
E então eu entro no meu primeiro inferno.
Sim, é isso mesmo que você está pensando, 4 dias de conversa e eu já estava pedindo ela em namoro, eu não conhecia ela direito, e muito menos ela me conhecia, só que aqueles momentos foram ótimos, e foram por bastante tempos, mesmo com autos e baixos, só que cada vez que ela deitava no meu peito, e a gente conversava fica mais nítido que os dois se amava, e saiu dela, o primeiro "te amo", na qual terei a dor de nunca esquecer, e foi assim que depois de 6 dias de conhecer ela, resolvemos entrar em um relacionamento, depois dela ter completado um mês de sair do dela, e eu de ter tentado incontáveis vezes de retorna com minha ex. Aliás, minha ex... todos nós temos problemas, e o problema dela sempre foi se depender demais de mim, morávamos juntos, e depois de perceber que a gente não daria certo, terminei e voltei pra casa, porém ela era destruída psicologicamente, uma vontade de suicídio constante, e eu tinha medo de isso se torna uma realidade, mesmo terminando com ela, a moça nunca deixou de ter minha importância, antes de sermos namorados, eramos amigos, e isso não acabou, sempre vou me importar com ela, como a grande amiga que ela é. E nossa protagonista não entendia isso, até tentou compreender a gente guardar por um tempo, mas ela queria nos anunciar para o mundo... E no começo eu não entendia o "pra que?" só tentava explica que isso poderia acabar com a vida de uma pessoa, e depois de uma semana nisso, se encontrando todos os dias com ela, resolvi conversar com minha ex. Expliquei pra ela o que estava acontecendo, e que eu tinha encontrado outra pessoa, que não queria perder o contato dela, sendo ela uma das pessoas mais importantes da minha vida, acabou que minha ex entendeu, e ficou ressentida, ela sentia muita coisa, e queria voltar... mas ela seguiu o caminho dela e me deu apoio, ela simplesmente me queria feliz, era só eu correr pro abraço da minha então amada e vocês teriam lido o começo de uma linda história de amor...
E então eu senti pela primeira vez a chama silenciosa do primeiro inferno.
A pessoa cujo eu já chamava de "Vida", não achou isso o bastante, mesmo já declarando nosso namoro, ela queria mais, pediu pra eu cortar contato com minha ex, vulgo melhor amiga, dizia que não daria certo e me pressionou a prometer isso pra ela, e nesse meio termo, eu tive que ver ela tentando reconstruir uma amizade com a ex dela e falhando miseravelmente no mínimo, mas BELEZA, segui deixando a minha ex de lado e fui construir o que eu queria com a pessoa que eu desejava, e nas primeiras semanas, foi maravilhoso, eramos a melhor combinação do mundo, dava pra sentir os outros casais invejando, a gente era mais entrosado que Romário e Bebeto, mais bonito que o sol se pondo em um céu laranjado, muito mais divertido que o todo o elenco dos Barbixas fundido com o Hermes e Renato, se você não entendeu que éramos incríveis, coloca todas as referências ao seu gosto que você vai entender. Só que eu descia mais para o inferno e não sabia.
Os outros níveis do inferno.
Todo mundo briga, não é nenhum erro discordar com alguém, e os lados se alterarem, mas o meu pavio estava curtíssimo... Eu não me aguentava, imagina então os erros das outras pessoas? E eu falava com ela o que me incomodava, e não era coisa básica do tipo "aí não gosto do seu sotaque" tava mais pra "você poderia falar menos putaria no meio da rua entre as pessoas?". E isso foi piorando, e eu não sou nenhum santo, muito pelo contrário, sei que errei de ter falado com ela daquele jeito, e então foi aí que o MEU jogo começou a trocar de estilo, eu percebi que tinha que mudar meu jeito, meu comportamento e minha forma de tratar algumas coisas. Sou explosivo, se tem que brigar, eu brigo, mas cara, eu não queria perder ela, e nessas foi me tocando que poderia ser melhor eu me trancar na fúria e dialogar na calma, e sim, eu me moldei a ela. Não, não errei só nisso, fiz coisas na qual eu não me orgulho e nem sei como aconteceu, porém, eu estava lá, ouvi o dela, e mudei, é um mérito meu, eu quero que você que está lendo tenha sua própria resposta para isso, pois a minha resposta é, não, isso não é um mérito, se você percebe que está errado, você muda, ok! Ok? E eu infelizmente não vou te dar um Plot Twist e falar que estamos vivendo lindamente, pois a gente desceu mais os degraus... No nível de começar a culpar o jeito no qual a gente conversava no whats para poder brigar, ela falava que eu era outra pessoa no whats, que respondia seco e era monossilábico, eu nunca vi isso, para começo de conversar, e ninguém nunca reclamou isso de mim, o que eu achei mais estranho, porém ela falou que outras pessoas que ela mostrava minha conversava concordava com ela, e tentei mudar isso, mandava mas áudio no intuito de ser mais confortável pra ela, e então chegou nosso primeiro mês de namoro...
Eeeeeh laiá, se quiserem numerar os infernos, fiquem à vontade, pois eu não tenho saco.
Eu sempre odiei isso, de mêsversario, maluco, ninguém quer saber que seu bebê feio está fazendo 8 meses, ou então seu relacionamento que ninguém liga está no terceiro mês, sabe quem se importa pro seu relacionamento, você e sua companheira, e... era importante para nós dois... pra mim pelo menos...
Chegou o cujo dia, e eu tinha planejado uma coisa simples, porém de coração. Vinho, uma pizza, janela aberta com iluminação da lua, era um momento especial na qual queria deixar ainda mais especial. Não falei nada, só deixei as coisas acontecer, e eu não sei por qual motivo, mas ela não estava me ajudando para isso (descobri depois o porquê) e meio que ficava "aí vc quer me ver ou não", meio que se não fosse óbvio que SIM, não só pela vontade de ver ela todo o dia, como pela data, e eu falava que queria, porém ela achou que faltou "vontade" nas minhas palavras, e resolveu ir em uma festa no dia que marcava um mês no nosso relacionamento, eu não acreditei, fiquei encabulado, cara, era nossa noite, noite na qual você optou por passar com pessoas que eu nem sabia quem era, e sem mais nem menos, e vamos discutir de novo... Mas dessa vez foi diferente. Fui na casa dela, já tínhamos conversado sobre o que aconteceu pelo telefone, ela falando que eu não fui direto e parecia sem vontade de ver ela, e eu explicando que não, e que ela cagou pra mim e foi pra uma festa como se fosse nada de mais... Acabou que ela me falou que estava muito cansada pra um relacionamento sério, e que achava melhor a gente dar um tempo, até ela se sentir confortável para estar em outro relacionamento... Tudo que eu queria, era não perder ela, concordei como um desesperado, porém falei que não iria aceitar algumas coisas, entramos em um consenso, e agora sim estamos felizes até agora, claro que não...
Depois desse episódio, resolvi me dedicar ainda mais, fazia tudo que dava pra ela, andava pra qualquer canto com ela, ia buscar, levava ela, talvez vocês nem acredita, mas eu mudei a direção do vento só pra ver o vento tirar o lindo cabelo dela da frente do mais belo rosto, e isso não foi o bastante. Ela buscava mais coisas para a gente discutir, com coisas do tipo "não se mexe no celular na companhia de alguém" é até verdade, mas dá pra você abrir uma excessões quando você passa o dia inteiro com a pessoa, mas eu aderi, e continuei me mudando por ela, era meu foco a melhora dela, e ter nossas alianças de volta "sim, eu comprei alianças, e ela tirou quando pediu o tempo". Mas foi aí que as coisas começaram a mudar pra mim, não vou esquecer que a gente passou mais um tempo de boas, mesmo depois dela ter pedido o tempo dela, a gente brigou muito, e nisso eu estava pensando "será que é bom pra nós dois?" só que quando a gente passava a tarde juntos, eu perdia esse pensamento, pois eu amava ela de verdade, cogitei terminar sim com ela, mas a gente conversava e se resolvia, porém foi nessa que eu percebi que só uma pessoa mudava, eu...
E então, chegamos no último inferno.
Essa epopéia estava no fim, e eu nem percebi, mas vamos logo para o último capítulo. Eu já conhecia a família dela, pelo menos a parte que ela sente alguma coisa, e chegou a vez dela conhecer a minha, meu irmão que tava em Brasília veio com a minha prima e era o momento perfeito, minha mãe ia preparar um almoço especial, chamou até minha tia e meu tio, tava tudo perfeito, só não esperava por uma coisa importante, ela não ir... Então vamos lá, bora começar uma semana antes, ela estava mal, se sentindo triste, fui na casa dela e troquei meu melhor amigo (que estava fazendo aniversário) pra ficar com ela, ele simplesmente me implorou para ir, e eu só falei "me ocorreu um imprevisto", era ela o imprevisto, e dei a força que ela precisava, beleza, no outro dia ela saiu com a amiga dela (coisa que me incomodava, já que a amiga dela incentivava ela ficar com outras pessoas, mas dessa vez, eu achei que ela precisava sair da casa dela). Só que ela ainda estava meio pra baixo, e no final de semana, especificamente sábado, resolvemos sair, ela com a galera dela, e eu com meu amigo que eu tinha furado, no domingo era o almoço, beleza, a gente conversou no whats e parou em um momento da noite, eu não me lembro do restante da noite, fiquei muito bêbado (e não, não fiz nenhuma merda de bêbado, só não me recordo de como eu voltei pra casa e que horas), acordei cedo, que é estranho, e antes mesmo de mandar mensagem pra ela, 6h ela me manda um áudio, falando que tava voltando pra casa da amiga dela naquele horário e que não daria pra ir pra minha casa conhecer minha família, eu fui destruído aí, mandei um "tudo bem", esperei até às 7h, fui no mercado comprar as coisas pro almoço, e foi isso, a cada pessoa perguntando, "Hey, cadê a sua Vida", eu simplesmente colocava um sorriso falso no meu rosto e falava "tá passando mal hoje, vai ficar em casa", no meio do almoço ela me ligou, e eu falei que fiquei mal com isso, e que não queria ver ela. E lembra que eu falei que via as coisas como um jogo, foi esse momento que eu pensei em desistir de tudo, o mais forte desse sentimento. Ela veio em casa, e me ouviu dizer que não queria mais aquilo, eu tinha cancelado trabalho pra ir ver a família dela, quando ela ficou na rua pra não ver a minha, mas eu fui fraco, aceitei as desculpas dela... A mesma pessoa que fala que desculpa não é uma palavra, e sim uma ação, e foi nisso que eu me peguei. E no outro dia, ela tinha uma entrevista de emprego online, na qual o entrevistador não foi com a cara dela (e ele foi babaca, ela foi incrível na entrevista), s acabou nela não passando, ficou devastada, e eu ainda meio chateado com ela, larguei de lado esse sentimento, e fui ajudar ela, comprei bebida, a melhor pizza que eu podia pegar (dominos é claro) pra ver ela levando o vinho que peguei pra beber com a amiga dela...
Ok...
Queria muito ver ela, e na sexta foi o dia, IRRAAAAAAAA, vou ver ela, e ela vai passar o dia comigo, vamos ter a melhor noite de todas e nada disso vai acontecer... Tirando a parte de ver ela, eu fui, e passei incrível 3h lá, a amiga dela falou que tava na bad, e pediu pra ela ir lá, e fodac eu. Mas até aí tudo bem, a garota lá precisava de uma companhia, acompanhei ela até um lugar pro Uber ficar tranquilo, e trocamos mensagem até de noite, quando ela resolveu sair... E sumiu... De madrugada (umas 5h) ela falou que a noite dela foi incrível, que conheceu um cara na qual conversou bastante, e que se divertiu muito, e isso foi as últimas coisas que ela me falou no final de semana resto de sábado, domingo e começo de segunda. Então começou a semana, fui entregar currículo já pensando "isso não está acontecendo" "deve ter uma resposta melhor", a única coisa que ela deveria fazer, era me valorizar depois da pisada de bola do almoço, e não contente, ela me pisa na com os dois pés depois, eu precisava entregar aqueles currículos, eles perderiam a data de vencimento, já que no outro dia eu teria 23 anos, e foi o pior dia do meu ano, eu tava visivelmente abalado, cheguei a vomitar no meio da rua, e mandei mensagem pra ela, pra saber se como estava, e ganhei um incrível "oi, c tá bem?". Cara eu já não tava legal, estava no meio da rua mal, e ainda ganho uma dessa, como se fosse um qualquer na vida dela, mandei um áudio pra ela, falei que não tava, que ela tinha sumido final de semana e queria conversar com ela, e sim, já ia com intensão do pior, colocar todas as coisas dela na minha bolsa, e com a pior das hipóteses já terminava ali, só que fui surpreendido... ela responde a porra do áudio com um "ah, não sei oq vc entendeu, nosso lance é casual, eu tive um final de semana cheio, virei duas noites, pipipipopopo" as lágrimas do meu rosto já estava deixando de existir com a falta de senso dela, eu simplicidade liguei e a única coisa que eu consegui falar foi "Eu desisto." Falei que ia encontrar ela e levar as coisas que estavam na minha casa, e pedi pra ela levar as minhas coisas (inclusive as alianças que ficou com ela), quando ela me chega, toda sorridente, fazendo sinalzinho com a mão, e eu não querendo acreditar, não sabendo se ela não entendeu a grandeza dos acontecimentos, ou porquê eu era só um qualquer pra ela, ela sentou na minha frente e disse "aí, eu não vou mais correr atrás de você... E blá blá blá" era uma realidade horrível, eu não estava acreditando que vivia aquilo, eu pedi minhas coisas, dei a dela, e disse tchau, e ela teve a pachorra de me perguntar se eu não ia abraçar ela, será que em algum momento ela percebeu minha expressão facial? Ela olhou pro vermelho dos meus olhos? Ou então notou o tom da minha voz? Eu cheguei em casa, destruído, e desativei tudo que poderia, graças a Deus eu ainda tenho pessoas que se importa comigo, e me ligaram, falei que ia me isolar um pouco e que qualquer coisa poderia me ligar. Foi a pior noite da minha vida, não dormi nada, e não aguentava nada, quando chegou as 7h da manhã, resolvi sair, chorando que soluçava, e fui para o parque, sentei no banco, e fiquei lá, quando a primeira pessoa me liga, me dando os parabéns (sim, era meu aniversário), eu não sabia oq falar e disse que tava ocupado, na segunda eu não consegui enganar, e percebeu minha voz de choro, falei que logo ligava de novo, e na terceira, eu desabei, era minha ex, a única pessoa que eu não esperava, ela sempre sabe quando eu não estou bem, e ela me deu um pouco de energia, me incentivou a ir pra casa, ver minha mãe, e sair com algum amigo, levantei animado, as palavras dela fazia sentido, até lembrar que a única pessoa que eu realmente queria a ligação não fez questão, e aconteceu uma das piores coisas da minha vida, eu simplesmente olhei para um carro na rua, e fui em direção a ele, a sorte que eu tive do cara ter feriado hoje eu vejo que é incrível, a sorte que eu tive de só ter subido em cima do capô dele e ver ele de tão perto atrás do parabrisa só mexendo a boca não entendendo nada que ele falava, sai de cima do carro e sentei na calçada, depois de uma longa conversa entre um grupo de pessoas, um cachorro e comigo mesmo, resolvi ir pra casa, lavei meu rosto e abri a geladeira, minha mãe tinha feito uma torta pra mim e comprado pizza pra fazer de noite, a minha relação com minha mãe é de mais ou menos pra ruim, porém naquele mesmo dia, foi ela que me viu chorar depois de me desejar sorte, sendo que quem eu chamava de "Vida" me deu o pior parabéns possível pelo Instagram.
Até hoje, dois dias depois do meu aniversário, ela não apareceu pra falar qualquer coisa, e eu realmente não quero ver a cara dela, pois eu tô destruído, até agora eu tô recebendo ligação e mensagem de pessoas que realmente se importa comigo, pedindo pra me ver, e eu não conseguindo, porque essa é a pior versão de mim, e eles merecem muito mais que isso, eu tô pensando em tanta coisa ruim agora, e minha mente tá conturbada tentando simular isso como se nunca tivesse acontecido, e eu realmente não consigo acreditar como esses poucos meses, destruíram tanto minha vida.
Você que leu isso até agora, agradeço muito por reservar esses minutos da sua vida pra esse texto, eu começar ele umas 23h da noite, e tô terminando agora 6h17, depois de parar algumas vezes, e me desculpa pelo tamanho. Eu só achei que precisava compartilhar isso com alguém.
Obrigado por ter chegado até aqui.
submitted by nofimnaime to desabafos [link] [comments]


2020.10.24 03:59 mentalorgasmo MINHA MULHER SEXY

Com um rabetão desse na minha vida eu preciso de mais o quê? Porra, não fode! É para me deixar maluco, fora de controle. Você me faz perder o controle.
A maneira como você se porta perto de mim é foda. Sua presença me excita. Quando levo as mãos às suas pernas e fico alisando, noto no seu olhar o tesão te consumindo. Passo para você o que estou sentindo. Transmito para você o que me transborda. Quero te invadir, domar a fera, agitar sua Alma . . . você é muito gostosa!
Quando toco no seu clitóris, quero que todo o resto do mundo se foda — eu não quero saber de mais nada. Você se entrega, me olha intensamente; joga a cabeça para trás, fecha os olhos e vai abrindo lentamente, delirando com a sutileza dos meus dedos que passeiam por essa delícia de boceta. Se babando conforme ajo e domino, se sentindo bem com a minha presença. Ela me conhece, tem noção de que quando entro em campo é para dar o melhor de mim. Por isso penetro dois dedos nesse túnel apertado, com jeitinho vou abrindo mais o caminho, sentindo a umidade, indo às alturas com você (que já geme intensamente e em bom tom); intensificando os movimentos, deslizando no clitóris com o polegar enquanto os dois vão penetrando, e a outra mão eu faço o que posso para acariciar sua barriga, massagear um pouco os seios, chupá-los um pouco . . .
Quer mais?
submitted by mentalorgasmo to u/mentalorgasmo [link] [comments]


2020.10.20 18:35 sopa-de-abobora virgindade e tesão

odeio quando alguem fala que é a gnt deve ficar focada na vida propria, nos estudos, na carreira, ciclo social etc etc que uma hora o cara pra voce aparece la na esquina do bob´s...sendo que é dificil não ficar fixada em querer namorar, querer sexo se a tesão te lembra o tempo todo q vc não tem ngm pra isso...cara, tem dias q fico completamente desconcentrada. e na real, uns 5 anos atras eu n sabia q isso seria possivel. eu sentia tesão de vez enquanto, mas como nao tinha manha, não sabia das coisas mt bem e fui pesquisando ate meus 20 anos rs mas logo q descobri a masturbação na vida adulta, parece q vc acaba querendo mais, e acho q no caso, nao adianta ir la uma vez pq quando vc faz uma ou duas vezes, vc amplifica a tesão q sente...é foda. o desejo por toque aumenta mt...e nao ajuda vc morar com uma mãe evangelica q vai pirar quando te pegar no ato. minha unica opção é bater uma qnd to sozinha (o que é raro) ou quando ela ta dormindo, mas ate ai tem q ter cuidado pq a gnt divide um quarto e me sinto mo louca por ter q tomar essas medidas.
"mas ai, pq tu não tenta com um amigo ou chama alguem do tinder?" pq eu não quero ter sexo casual com um estranho. é fato que homem e mulher são diferentes e nem todo cara vai se preocupar com seu bem estar ou ter paciencia. maioria dos caras que querem transar com virgem, so te querem como trofeu. ou então eles evitam pq sabem q n vai ser o melhor sexo da vida deles.
e tipo, quero que seja com uma pessoa q gosto e que tenha afeto por mim...mano, to aqui num dilema foda e n tem mt o q fazer a n ser a pandemia acabar né..e eu tb preciso gostar da pessoa, percebi q a pessoa pd ser bonita, mas na hora q eu conhecer ela e n gostar, perco interesse por ela.
submitted by sopa-de-abobora to desabafos [link] [comments]


2020.10.17 23:20 notallive eu sou o melhor amigo e isso é doloroso.

muito-longo-n-li: melhores amigos são cornos por tabela?
Vou contar duas histórias sobre minhas melhores amigas, vamos chama-las de Dannete e Chandelle. conheço ambas a 4 anos, mas primeiro, Dannete: em 2016, lá de volta no ensino médio, eu vi uma moça solitária no intervalo, e sem motivo algum eu ofereci um abraço a ela, que aceitou. Desde então, Dannete e eu nos consideramos melhores amigos, e nesses anos ela foi certamente uma das razões de eu não ter me enforcado ou algo assim. mas sempre fui afim de Dannete, tão cremoso, sabe? e ela sempre soube, fiz questão de que soubesse. mas eu sou o melhor amigo e só, e de acordo com ela, sou mais do que qualquer namorado ou namorada que ela possa ter. ok, deixa eu sentar aqui na minha zona de conforto e contar sobre Chandelle agora. Conheci Chandelle antes mesmo de conhecer Dannete, a gente pegava o ônibus junto e tal. Só me aproximei mesmo dela esse ano, agora que ela mora a duas ruas de mim. quase todo dia ela aparece em casa, joga no meu videogame, fuma da minha maconha, faz carinho na minha gata, e, é, com essa situação toda eu me peguei gostando dela. sempre que eu tentava algo ela retribuía, mas sempre que eu perguntava se ela queria algo ou se queria mais, ela jogava a decisão pra mim. Afirmei que gostava dela, e soltei a maldita sentença "se tu acha que eu não deveria mais te beijar nem tentar nada romantico contigo me avisa, que eu desisto." Chandelle prosseguiu com um discurso sobre como eu tenho que lutar pelo que quero e que n posso aceitar menos do que mereço e devo mergulhar de cabeça nos riscos e tal e tal. ok. no caminho pra casa dela, antes de me dar um abraço e se despedir, ela olhou nos meus olhos e disse pra que eu desistisse, pois era o melhor amigo dela, e isso era mais do que qualquer namorado poderia ser. ok. ser o melhor amigo é doloroso.
n quis ofender ngm
submitted by notallive to desabafos [link] [comments]


2020.10.02 08:10 leitinhom Estou tendo umas "noia"

Eu parei para pensar, esses dias minha mãe tirou meu celular por 1 dia inteiro. Pois ela disse que se eu não acordasse cedo ela o tiraria, pensei que seria bom ficar um dia sozinho. Então dormi perto das 5 da manhã como sempre, aí no dia que eu estava sem celular não ouvi ele vibrar nem tocar nenhuma vez.
No dia seguinte não tinha sequer UMA mensagem dos meus amigos, nem do zap, discord etc. Pensei que eles tinham problemas maiores do que conversar comigo, mas também pensei que se eu sumisse, ninguém ia dar a mínima (eu sei que minha família sentiria minha falta, mas depois de quase 1 década e meia com eles. Outras pessoas se importarem seria legal)
Eu não quero arrumar uma namorada porque: me ecuso a webnamorar de novo e conhecer gente pessoalmente não é viável; Não consigo que a "ficha" de alguém me amar como namorado "caia"; Porque eu não sou responsável o suficiente para fazer ele durar o "para sempre que eu quero e eu tenho medo de no meio dela se enjoar.
Pensei também que ter ficado jogando jogo e vendo vídeo no youtube invés de aprender a conversar a uns 2 anos, não foi a melhor opção. Porque nessa quarentena eu desenvolvi a necessidade de contato e fico o dia inteiro só em rede social, não ter aprendido a conversar foi estupidez.
Mas não ter nenhum: "aconteceu algo?" Depois de um dia inteiro fora me deixou reflexivo, pensar que eu sou substituível é foda. Mas todo mundo é.
Se der tempo suficiente, as pessoas te trocam por alguém que elas achem mais interessantes, foram essas minhas "noias". Valeu por ler
submitted by leitinhom to desabafos [link] [comments]


2020.09.30 13:42 DarkDollynho Finalmente Criei coragem de postar... Senta que lá vem história.

Eu tenho acompanhado a comunidade faz algum tempo, e antes de escrever o que preciso quero agradecer por vcs existirem e estarem dispostos a compartilhar e receber historias de todos os tipos e cantos.
Vamos lá!
Sou o clássico guri dos anos 90 que vibrou com o penta, jogou super Nintendo e agora ta beirando os 30 anos.
Sofro com depressão e ansiedade desde que me entendo por gente, sinceramente não sei se vem da situação familiar ou se é algo crônico.
A real é que meus pais (como boa parte das famílias dos anos 70,80 e 90) não se amam e nunca se amaram (muita gente se juntava por necessidade mesmo) e acho que isso pode ter influenciado um pouco na forma como vejo o mundo.
Meu pai tinha um casamento, do qual ficou viúvo e desse casamento 4 filhos (3 usam drogas e 1 desapareceu).
Ele então se casou com minha mãe e eu nasci (em seguida outros 2 irmãos), convivi com 1 dos meus irmãos por parte de pai que sempre deu problemas, desde uso de drogas, porte de arma, roubos, etc.
Bom exemplo foi algo complicado durante a infância, pois minha mãe vivia tretando com meu pai por conta desse meu irmão, que não é filho dela, até entendo.
Meu pai sempre desconfiou que minha mãe havia/estava traindo ele, e desde os meus 8 anos meu pai me usava como psicólogo dele, desabafando e jogando todo tipo de pensamento na minha cabeça.
Eu era bem religioso (não sei se era uma fuga) e cresci com isso, entre caraminholas da cabeça do meu pai e tentar ser uma criança.
Eu tbm fui abusado por um cara conhecido da família. Não quero entrar nesse mérito.
Sempre apanhei muito pra aprender matemática (nunca aprendi de fato) enquanto convivia com meus irmãos e tal.
Quando cheguei nos 16 anos mais ou menos a aposentadoria do meu pai foi cortada, ele já com idade avançada e minha mãe tbm, meti a cara trabalhar.
Pagava meus próprios cursos e comia 1 pacote batata palha no almoço pra economizar dinheiro.
Passei por empregos porcarias, que nem vou adicionar a historia, mas que tenha certeza que contribuíram negativamente na minha vida.
Conheci minha ex namorada na igreja, ficamos juntos por muito tempo.
Eu sempre quis ser o namorado perfeito, daquele que dizia: "se minha namorada não pode ir comigo, aquele lugar não eh pra mim." (talvez um erro sobre individualidade)
Foram 8 anos bacanas, entre altos e baixos na minha família sempre coloquei minha ex em primeiro lugar.
Trabalhava pra ela poder estudar e fazer faculdade(eu tbm estudava), levava ela pra todo canto quando precisava, ajudava com trabalhos, treinava ela pra entrevistas, pagava cursos...
Até que conseguimos entrar na empresa dos sonhos (ela primeiro, eu dps) de qualquer pessoa da área de TI (ambos na msm empresa)... Volto nesse ponto dps, muito importante.
Nesse meio tempo uma das minhas irmãs drogadas por parte de pai apareceu, com 1 filha recém nascida... Ela estava presa e perdeu a guarda da criança.
Então lá vai eu ajudar meu pai a conseguir a guarda, entre visitas a outro estado pra ver a neta e dinheiro para advogado. (o advogado morreu durante o processo mano)
Conseguimos a guarda, minha irmã saiu da cadeia e fez da nossa vida um inferno (ainda faz, ainda estamos criando uma criança que não tem pai e tem uma mãe drogada).
O relacionamento dos meus pais que já era ruim, piorou, eu no meio dessa merda toda já tinha tentado o suicídio 2x...
Nessa época comecei a perceber que minha ex não se preocupava comigo como eu me preocupava com ela, ela não se importava com minha saúde mental, não se importava com a minha pessoa, a sensação era que ela tinha se acostumado seja com a boa vida, seja com a constância que a vida tinha tomado.
Eu tinha juntado dinheiro para irmos pra outro país fazer intercambio, pensava em pedir ela em casamento la, 9 anos de namoro já era bastante... Ela não se empenhou em absolutamente nada, parou no tempo. quando ela não conseguiu o visto simplesmente não se importou.
Ela tinha arrumado um amigo na empresa, e foi aqui que a merda bateu de vez no ventilador.
Ideias de balada gay entre ela e o amigo apenas (ele assumidamente gay), viagens entre apenas os dois. Eu concordava, mesmo me remoendo de ciúmes por dentro. Sempre prezei pelo "Eu confio, eu a conheço". (meus amigos diziam que eu era otário por tratar ela tão bem, fazer de tudo)
Nesse tempo eu já fazia acompanhamento psicológico e psiquiátrico (minha psiquiatra era mais amor que minha psicóloga).
aguentei quase 1 ano disso, desistimos da viagem, comprei 1 casa ao invés de viajar (ela nunca quis sequer visitar o imóvel), após uma transa ela simplesmente começou a chorar e disse: Quero terminar.
Foi bizarro. Absurdamente bizarro.
Eu estava no extremo na minha vida pessoal com minha família, e meu porto seguro era o relacionamento (não dos melhores, mas estava ali há bastante tempo), neguei propostas de emprego fabulosas pra ficar com ela e isso agora?
Decidi seguir em frente, tendo crises de pânico e ansiedades como nunca antes, com a família SEMPRE dizendo, isso é falta de Deus, isso é frescura, esses remédios estão te matando, isso é falta de vergonha na cara, conheço pessoas que se mataram e quem se mata não avisa....
Nesse meio tempo minha psiquiatra (que era melhor que minha psicóloga) morre em um acidente de carro, ainda não superei.
3 semanas depois minha ex assume o namoro com o "amigo", moramos a 1km do outro, trabalhamos em uma empresa em outra cidade e temos que pegar ônibus juntos e trabalhamos no mesmo prédio com diferença de 1 corredor.... Se ela me traiu ou não tem a ver com a índole dela e não com a minha. Eu segui em frente, não sinto nada por ela, mas a depressão e a tristeza parecem não ter fim. Já era grande durante o relacionamento. Sozinho, sem ter com quem contar (é difícil conversar sobre isso com as pessoas) tem piorado muito.
hoje me encontro aqui, sem forças pra conhecer pessoas novas, sem forças pra por fim ao meu sofrimento, sem forças pra acreditar no setembro amarelo de pessoas falsas, sem forças pra ser eu.
Desculpem o texto grande, muita coisa ficou de fora pois acho que o texto já está cansativo, mas o problema é que eu estou cansado tbm. De remédio, de lagrimas, de tristeza...
E me sinto pior por ter superado o mundo, alcançado o sonho de muita gente com emprego bom, falar outra língua, ter casa própria, moto...
Me sinto mesquinho por não dar valor a nada disso depois de tudo que passei...
submitted by DarkDollynho to desabafos [link] [comments]


2020.09.27 02:03 ttttrack Tenho ou estou flertando com transtornos alimentares

Não sei se marquei a tag corretamente então desde já me desculpo. Bom, a mais ou menos três meses eu tenho começado um projeto para perder o peso que ganhei na quarentena, decidi fazer isso após perceber que tinha vergonha de olhar meu corpo no espelho. Meu projeto consistia em jejuns curtos de 16 horas mais exercícios e caminhadas, acontece que com o passar das semanas eu fui aumentando esses jejuns, parei com o de 16h e comecei a fazer dieta OMAD(uma refeição ao dia com até 500kcal sem nenhum tipo de carboidrato) por 31 dias, nesse período parei com os exercícios porque passava muito mal, mesmo sem os exercícios consegui resultados satisfatórios e isso me fez pensar que se passasse a restringir ainda mais oque como obteria resultados ainda melhores em menos tempo, dito e feito, passei a fazer jejuns de 120 horas(5 dias) frequentemente, ao terminar esses jejuns eu tirava um dia no qual poderia fazer três refeições saudáveis e no dia seguinte iniciava um jejum de 72 horas(3 dias) fazendo isso em um ciclo onde perdi 11kilos. Até ai tudo bem, mas acontece que no começo desse mês navegando no twitter descobri uma comunidade de garotas com t.a(transtornos alimentares), no começo eu não entendia muito bem como funcionava, mas em resumo essa comunidade se divide em duas: contas abertamente dedicadas a falar sobre suas experiências dentro do t.a(dando dicas de como esconder, como perder peso mais rápido, como fazer exercícios estando fraco e desabafos), geralmente essas contas usam siglas para se identificarem( nf = jejum, bi = bulimia, ugw ou mf = peso desejado, ed = distúrbios alimentares, dp = remédios sem prescrição médica que inibem fome, te fazem perder peso, vomitar ou tem efeito laxante) e outra comunidade camuflada(inicialmente parecem contas, normais com twits normais, mas na realidade cada twit é escrito usando "códigos" que consiste em humanizações de doenças, remédios, comidas e etc("Minha prima Bia veio hoje aqui em casa" = tive um ataque de bulimia, "Fui compar coisas com a Tina = comprei cloridrato de paroxetina ou fluoxetina, Anna = anoréxia, borboletana = hashtag usada pra exclarecer dúvidas). Quando descobri essas comunidades passei a me interessar por elas, inicialmente eu queria entender oque elas estavam falando, mas isso se agravou e acabei criando uma conta pra interagir e entender melhor a comunidade, no começo achava que eram pessoas romantizando transtornos(realmente tem gente assim por lá), mas me deparei com uma comunidade melancólica e deprimente, cheia de pessoas que buscam ajuda mas sempre recaem, e acabei ficando vidrada nela, comecei a usar a conta t.a mais que a minha conta pessoal e me tornar dependente da interação com as outras contas, me sentindo envergonhada quando não posto uma média de quantas kcal comi na semana ou não postar minha rotina alimentar e de exercícios(essas contas costumam ser usadas como um diário de dieta). Não acho o padrão estético desejado por essas garotas bonito ou agradável, maioria ali busca um corpo semelhante ao de suas trinspos(garotas que se inspirão de corpo esquelético), nem estou disposta a fazer metade do que fazem(remédios, cintas moderadoras e tals), mas já houverão duas ou três situações onde forcei vômito após comer algo não saudável ou após sofrer de compulsão alimentar, mas não quero ter um corpo magro padrão Bruna Marquezine, gosto do meu corpo com mais curvas que consegui depois de perder peso, porém continuo na comunidade. Ontem a noite vi um twit de uma garota que disse ter começado com dietas normais e após conhecer a comunidade desenvolveu t.a, por causa disso decidi desativar a conta e voltar pra pessoal, porém passei a me sentir ansiosa(como se estivesse escondendo algo) e hoje a tarde reativei a conta, tenho 1,63 e peso 53 kilos, eu deveria desativar a conta e seguir uma alimentação correta mas não consigo, por isso acho que desenvolvi ou estou perto de desenvolver um transtorno, desde já me desculpo por qualquer erro ortográfico.
submitted by ttttrack to desabafos [link] [comments]


2020.09.23 20:35 Vedovati_Pisos Cascos dos suínos: porque é tão importante cuidar da saúde deles

Para ter o melhor desempenho na suinocultura, cuidar de cada detalhe dos animais é essencial. No entanto, os cascos dos suínos costumam ser negligenciados por muitos produtores.
Evidência disto é a alta prevalência de claudicação em matrizes suínas no Brasil. Claudicação é o termo técnico para denominar manqueira (1,2), algo próximo de 60%, quase três vezes maior que a prevalência de claudicação o mundial. (3-5)
Muitos criadores mal se dão conta de que os cascos dos suínos também precisam de cuidados e focam sua atenção em outras áreas como a alimentação e instalações gerais. O que está certo parcialmente, pois negligenciar os cuidados com os cascos é um grande erro e pode causar grandes prejuízos ao produtor e aos animais.

Prejuízos ao produtor

Financeiramente falando, os custos da claudicação na suinocultura estão associados ao incremento de trabalho, compra de produtos para o tratamento e diminuição na produção. Na Alemanha, Holanda e Estados Unidos se calcula que por cada matriz que claudica, as perdas são de € 37, € 25 e $ 180 respectivamente (3).
Associado aos custos produtivos, estudos indicam que matrizes que claudicam durante sua gestação possuem menor peso da leitegada ao desmame (6) e maior risco de esmagamento durante a maternidade (7).
Prejuízos aos animais: A saúde e bem-estar animal são comprometidas, já que a claudicação que é produto de mal cuidado dos cascos é uma condição extremamente dolorosa, interferindo no comportamento natural dos animais e ocasionando graves consequências na leitegada em termos de adaptação ao ambiente (8).
Neste artigo, você vai entender porque cuidar dos cascos dos suínos é tão importante.

Como os cascos dos suínos podem ser lesionados

Vamos começar a entender a importância de cuidar corretamente dos cascos das suas matrizes e dos reprodutores. Primeiramente, lesões e doenças de casco podem comprometer seriamente sua rentabilidade e você pode estar deixando de lado uma boa quantidade de dinheiro, pense nisso.
Existem diversos fatores que podem causar lesões e doenças nos cascos de matrizes e reprodutores suínos. Um desses fatores é a sua pisada em solos duros e ásperos, seguido dos fatores nutricionais e genéticos.
Um suíno reprodutor, seja macho ou fêmea, pesa entre 150 a 250 kg. A base de apoio do animal, superfície do pé e casco, é pequena. Mas pode suportar bem o peso do animal quando as condições internas e externas ao animal são adequadas.
No entanto, em pisos de cimento e concreto, muito comuns na maioria das granjas, o impacto da pisada do animal pode lesionar os cascos. Felizmente, o uso de estrados de borracha podem facilmente resolver esse problema.
Lesões de casco são classificadas dependendo da região afetada e sua gravidade: crescimento excessivo da unha, rachaduras no calcanhar e na muralha são algumas das mais prevalentes. (4)
Com o tempo, elas causam a claudicação no animal. O que prejudica não só a qualidade de vida e bem-estar do suíno, mas também os indicadores reprodutivos (3).

Como problemas nos cascos dos suínos podem afetar a reprodução de porcos

Matrizes e reprodutores (cachaços) com cascos lesionados tendem a ficar mais tempo deitados e sentados pela dor que gera. O que faz com que se movam menos para tomar água e se alimentarem, levando a redução do consumo de alimento e água.
Em machos reprodutores, a claudicação pode comprometer a colheita de sêmen. Dependendo da severidade da lesão, o animal pode não conseguir saltar no manequim, sendo necessário a medicação do animal.
O uso de anti-inflamatório em machos reprodutores, por exemplo, pode comprometer a qualidade do sêmen, diminuindo assim sua fertilidade.
Em leitoas e porcas, essa diminuição no consumo ocasiona perda de peso, mudanças no comportamento social. O risco de infecções urinárias aumenta, elas produzem menos leite e ficam mais sujeitas a problemas reprodutivos.
Dentre os problemas reprodutivos em matrizes se sabe que existe correlação entre problemas de casco e desempenho durante o parto, natimortos, mumificados, esmagados e nascidos vivos (3).
O esmagamento dos leitões ocorre com maior frequência por conta da maior dificuldade das matrizes em deitar. A extrema dor que a claudicação e as lesões produzem, altera o jeito e cuidado quando elas deitam. Sendo assim, a claudicação prejudica os animais e a produção do criador de modo geral.
Todos esses pontos mostram o quão prejudiciais podem ser as lesões nos cascos dos suínos para a produção.
Algumas medidas preventivas para garantir cascos dos suínos mais saudáveis, sadios e sem lesões
Agora você sabe como eventuais problemas nos cascos dos suínos podem causar prejuízos na criação, principalmente nas matrizes suínas e nos reprodutores. Entende também a importância de cuidar bem dos cascos para evitar tais prejuízos à saúde dos animais e financeiros na sua granja de criação de suínos.
Para te ajudar, separamos três medidas essenciais de prevenção que podem ser tomadas para diminuir e ou evitar claudicação na suinocultura.

Alimentação

A primeira delas diz respeito a alimentação dada aos suínos da granja. Ela precisa permitir que o animal tenha uma nutrição balanceada de vitaminas e minerais para que os cascos das matrizes e reprodutores se desenvolvam perfeitamente. Lembrando que as cada categoria possui necessidades diferentes de nutrientes.
Você pode aprender mais sobre manejo alimentar para suínos neste artigo.

Manejo

Dentro da suinocultura, o correto manejo de porcos reprodutores (cachaços) é de extrema importância para uma criação bem-sucedida. E sem ele é impossível que a granja consiga gerar os melhores resultados em produtividade.
Para se ter uma ideia, um macho deixa em média cerca de mil filhos ao longo de sua vida útil na granja. Porém, qualquer problema no manejo dos reprodutores pode causar perdas na produtividade.
O devido cuidado com o manejo dos suínos também é importante. Produtores e criadores precisam dar especial atenção ao casqueamento (apara de cascos) correto e ao manejo adequado de lotes. Sempre respeitando a densidade certa de animais por baia para evitar problemas nos cascos.
Ainda sobre os cuidados e prevenção com os cascos é importante garantir o piso adequado para os animais. Para suínos, assim como outros animais, estudos comprovam que pisos de borracha são a melhor opção para preservação de cascos.

Piso para suínos adequado

Pisos muito duros como os de concreto, além de pisos porosos, ripados e irregulares podem causar rachaduras ou lesões maiores nos cascos dos suínos (9). Isso ocorre por conta da abrasão do piso de concreto contra o casco e porque quando se tem unhas crescidas estas podem ficar presas nas ripas.
Pisos assim também favorecem uma maior umidade do ambiente, porque não são capazes de escoar a urina. O que promove a proliferação de bactérias, mantém os cascos úmidos e amolecidos, aumentando a probabilidade de infeções e claudicação, gerando dor nos animais.
De acordo com a Ageitec – Agência Embrapa de Informação Tecnológica, um macho reprodutor é colocado na granja para reprodução aos 8 meses em média, e fica por lá até os 2 anos e meio.
Já uma matriz é posta com 210 dias (7 meses) para reprodução e se mantém fértil de 10 até 12 anos. Tanto tempo assim em pisos e solos duros e ásperos consequentemente vai causar abrasão e problemas nos cascos.
Um melhor material para o piso de baias e demais locais de criação de suínos é o estrado de borracha Vedovati(10).
Também conhecido por piso emborrachado, ele é muito usado por suinocultores preocupados com a saúde e bem-estar dos animais. São extremamente duráveis e são praticamente indestrutíveis.
Esse tipo de piso de borracha não é abrasivo, amortece mais o peso do animal nos cascos por ser macio e flexível, além de possuir efeito antiderrapante, deixando os suínos mais confortáveis e seguros ao caminhar ou deitar.
Além disso, o estrado de borracha na versão com furos possibilita o escoamento automático da urina dos animais, que podem ser facilmente limpas. Com o piso de borracha os suínos da criação estão livres de umidade que pode causar danos aos cascos.
Mais coisas que você precisa conhecer sobre os pisos de borracha Vedovati
O estrado de borracha Vedovati ainda possui algumas vantagens exclusivas que só um estrado de borracha garante.
A primeira dessas é que ele não causa alergias ou doenças respiratórias nos animais. O que é diferente de muitos pisos como o de areia, maravalha e serragem, cujos componentes podem ser inalados pelos suínos e desencadear alergias e problemas respiratórios.
Além disso, os estrados de borracha Vedovati garantem uma temperatura do solo sempre agradável para o animal. O que elimina a chance de stress causado por calor ou frio excessivo no solo.
Abaixo, você pode conferir um depoimento de um de nossos clientes, autoridade unânime no setor de criação de suínos.
“Nós tivemos uma excelente experiência com a utilização dos pisos de borracha Vedovati para fêmeas suínas em gestação.
Os pisos se mostraram de uma “robustez” impressionante, permanecendo perfeitos após mais de 12 meses de uso.
Eu trabalhei desenvolvendo sistemas com baias coletivas para fêmeas suínas e tenho convicção que um dos fatores limitantes são problemas do aparelho locomotor, muitos causados por pisos inadequados. Temos um enorme interesse em instalar as instalações de alimentação computadorizada para suínos, no Campus Fernando Costa, com pisos Vedovati.
Professor Dr. Adroaldo J. Zanella”
➥ SAIBA MAIS SOBRE O PISO DE BORRACHA IDEAL PARA SEUS SUÍNOS AQUI
Conclusão
Agora você está por dentro da importância de preservar a saúde dos cascos dos porcos e leitoas da sua criação.
Aprendeu também algumas medidas preventivas essenciais para evitar problemas nos cascos dos animais. Como a necessidade e importância de ter estrados de borracha de qualidade nas baias.
Também está mais capacitado a cuidar melhor dos seus suínos, porém…
Se você sabe que ainda tem muito de prático a aprender sobre a suinocultura, então faça o seguinte.
Clique no link abaixo e confira nosso conteúdo exclusivo com um guia essencial para a criação de suínos.
➥ Quero saber mais agora mesmo sobre criação de porcos
Referências

Sobestiansky J, Wentz I, Silveira PR de S da S, Munari J, de Freitas AR. Ocorrência e caracterização das lesões nos cascos de fêmeas suínas reprodutoras. Rev da Fac Med Veterinária e Zootec da Univ São Paulo. 1989;26(2):235–40.
Kramer T, Alberton GC. Prevalência de claudicação de porcas e condições das gaiolas de gestação em granjas no Sul e Sudeste do Brasil. In: VII Fórum Internacional de Suinocultura. 2014. p. 331–332.
Pluym LM, Van Nuffel A, Van Weyenberg S, Maes D. Prevalence of lameness and claw lesions during different stages in the reproductive cycle of sows and the impact on reproduction results. Animal. 2013;7(7):1174–81.
Pluym LM, Hoorebeke S Van, Lopez A, Jeroen R. Prevalence and risk factors of lameness and claw lesions in two types of group housing for pregnant sows. Vet Med (Praha). 2011;2011(3):2010.
Heinonen M, Oravainen J, Orro T, Seppa-Lassila L, Ala-Kurikka E, Virolainen J, et al. Lameness and fertility of sows and gilts in randomly selected loose-housed herds in Finland. Vet Rec. 2006;159(12):383–7.
Parada M, Bernardino T, Patricia T, Zanella A. Agression, vocalization and underweight in piglets born from gilts with lameness. In: Jensen MB, Herskin MS, Malmkvist J, editors. 51st Congress of the International Society for Applied Ethology: Understanding Animal Behaviour. Aarus – Denmark: Wageningen Academic Publishers; 2017. p. 226.
Bonde M, Rousing T, Henrik J, Tind J. Associations between lying-down behaviour problems and body condition , limb disorders and skin lesions of lactating sows housed in farrowing crates in commercial sow herds. 2004;87:179–87.
Parada M, Zanella AJ. Claudicação em fêmeas suínas gestantes: conceitos gerais e seu efeito na prole [Internet]. Vedovati Pisos, Blog. 2019. Available from: https://www.vedovatipisos.com.bnoticias-artigos/claudicacao-em-femeas-suinas-gestantes-conceitos-gerais-e-seu-efeito-na-prole/
Anil SS, Anil L, Deen J, Baidoo S, Walker R. Factors associated with claw lesions in gestating sows. J Swine Heal Prod. 2007;15(April):78–83.
Elmore MRP, Garner JP, Johnson AK, Richert BT, Pajor EA. A flooring comparison: The impact of rubber mats on the health, behavior, and welfare of group-housed sows at breeding. Appl Anim Behav Sci [Internet]. 2010 Feb;123(1–2):7–15.

https://www.vedovatipisos.com.bnoticias-artigos/cascos-dos-suinos/
submitted by Vedovati_Pisos to u/Vedovati_Pisos [link] [comments]


2020.09.18 14:34 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 0: Introdução]

Post anterior: https://www.reddit.com/portugal/comments/itrx1l/estou_a_pensar_escrever_uma_s%C3%A9rie_de_textos_sobre/
Olá amigos.
Perguntei-vos se estariam interessados numa série de posts acerca da minha experiência enquanto emigrante no UK. A resposta pareceu positiva, por isso vou começar a publicar o que vou escrevendo. Este primeiro post serve de introdução para ditar o mote dos restantes; aproveito para deixar aqui uma série de notas que depois escuso de repetir nos seguintes.

Que merda é esta?

Há-de ser um relato mais ou menos organizado da minha vivência como emigrante, escritos de forma predominantemente episódica. Cada capítulo pretenderá abordar um tema diferente que, na minha opinião, poderá afectar outras pessoas na mesma situação que eu. Basicamente, cada capítulo relatará grosso modo uma situação que me fez pensar "puta que pariu, porque é que não me disseram isto antes?"
Mais concretamente, quero:
Antes de começarmos, algumas coisas importantes de referir:

O que é que vem a seguir?

Este post é uma introdução muito básica ao "projecto" que estou a começar. Neste momento tenho esta introdução escrita, e mais alguns capítulos pensados e alinhavados. Para já, tenho alguns temas principais acerca dos quais gostaria de (ou comecei a) escrever:
Não os vou escrever por ordem, garantidamente. Sintam-se à vontade para sugerir tópicos, já acrescentei um ou outro de comments no outro post. Vou tentar manter os posts ligados uns com os outros com um índice ali no topo.

Quem és tu, e porque é que hei-de querer saber disto?

Por razão nenhuma. Lê este; se gostares, provavelmente vais gostar do resto. Se achaste que é só um gajo a dissertar sobre temas da vida, então acertaste na mouche. Se não gostas de gajos a dissertar sobre temas da vida, talvez não gostes disto.
Eu sou um gajo qualquer, suspeito que parecido com muitos vós: casa dos 30, carreira em tecnologia, mania que é esperto, emigrado recente. Acho que a minha experiência enquanto emigrante é deprimentemente mediana, e é aí que vejo o valor deste esforço. Entre decidir que queria vir e o dia de hoje, passei por uma série de situações que suspeito que muitos outros também atravessaram, e para as quais gostaria de ter tido aviso. Alguns exemplos de que me lembro de repente:
Eu também não sabia de nenhuma destas (e outras coisas), e às vezes saiu-me do bolso não saber disso.
A minha experiência provavelmente foge da média em alguns aspectos cruciais: não vivo nem trabalho numa cidade, vim já com um contrato de trabalho permanente assinado, e por aí fora. Escrever sobre alguns desses aspectos talvez passe a ser mais um exercício de memória pessoal que outra coisa, ou talvez as minhas peripécias pessoas ressoem com alguém, logo vemos.

Motivação

Um bocadinho do que está por trás das razões que me trouxeram para aqui:

Porquê NÃO emigrar?

Quando fui entrevistado para a posição em que estou agora, o entrevistador final (depois de umas 5 entrevistas para a mesma posição) perguntou-me: "estás nessa empresa há coisa de um ano, porque é que te queres mudar?". A minha resposta foi simples: não quero.
Em Portugal a vida tem uma leveza que não consigo encontrar em mais lado nenhum. Ganha-se pouco, é certo, e as oportunidades são muito limitadas, mas:
e por aí fora. A minha vida em Portugal era de uma tranquilidade incrível. O trabalho era especializado e pouco exigente, trabalhava com amigos de longa data na minha área de formação (que adoro). A minha rotina estava extremamente solidificada, vivia numa cidade que adoro (ah Coimbra!), conseguia-me facilmente sustentar, vivia numa casa boa numa zona boa. Visto de fora, tudo estava OK. A opção fácil teria sido deixar-me ficar; tinha facilmente emprego para a vida e poucas chatices.
Ainda assim...

Porquê emigrar?

Há uma certa insatisfação que vem com o saber que chegaste ao topo muito cedo, e que o topo não é tão alto como querias. Eu sou extremamente ambicioso, não do ponto de vista materialista e egoísta, mas mais numa eterna ânsia de ser melhor no que faço. Eu tive a espectacular sorte de escolher uma profissão pela qual me apaixonei, e de ter conseguido sempre trabalhar nela estes anos todos. O meu trabalho foi aparentemente tendo qualidade, e fui indo por aí acima. Um mestrado vira doutoramento, que vira bolsas, que vira escrita de projectos, que vira posições em empresas, que vira posições séniores.
No entanto, há um tecto máximo para o que se pode fazer em Portugal na minha área: o mercado é dominado por empresas muito pequeninas, altamente subsidiodependentes, e nas quais honestamente não vejo futuro. Eu não quero passar o resto da minha vida profissional a trabalhar num "one-man army", eternamente a desenvolver soluções que nunca vão vingar porque, convenhamos, há limites para o que uma equipa pequena consegue fazer. É extremamente descolhoante ver o nosso trabalho, que toda a gente diz que é muito bom, ficar perpetuamente atrás por falta de recursos, ou manpower, ou investimento, ou o que lhe quisermos chamar. Dei por mim a tornar-me uma pessoa frustrada, daquelas que vêm as notícias e dizem mal de tudo, mesmo do bom; pequenino e sempre zangado. Decidi procurar outras coisas.
Mudei-me para o UK com contrato assinado para uma multinacional gigantesca, bom salário, boa zona do país e, acima de tudo, projectos incríveis desenvolvidos por pessoas com as quais tenho aprendido muito. Estou novamente no caminho certo.
Eu não me mudei pelo clássico "ganhar mais". Obviamente que triplicar o salário de um dia para o outro é fixe, obviamente que é fixe comprar carros a pronto (mais sobre isso mais tarde), obviamente que ir às compras e nem olhar para a conta é bom; mas há mais que mova um gajo. O salário é um factor, mas é um factor.
Abraços, e obrigado por virem à minha TED talk.
Edit: desculpem a formatação manhosa no início, esqueci-me do modo markdown.
submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.10 15:51 henrylore Najiyu Ep 2 - Rivais de reinos diferentes, o mais forte prevalece...

L: ...
H: Imura...
L: o tio...
ei, henry
H: hm?
L: você disse que veio aqui pra se descobrir e descobrir novas coisas né?
H: sim-?
L: e eu digo que eu vim aqui para..
destruir esse maldito reino
*se levanta
H: L-lusk nao
L: *sai correndo em direção ao lado de fora
H: ESQUECEU DO QUE O IMURA FALOU?
L: EU NÃO-
*para em frente a um cavaleiro
??⁴: *percebe lusk e aponta a lança pra ele
*ataca
L: uh oh
**acontece um barulho MT aleatório e o lusk se vê dentro da casa
L: uh- pq q eu tô aqui dentro?
*olha pra frente
H: *parado na frente do cara com um corte no braço
L: MALUCO COMEQUE TU FEZ ISSO
H: com a minha cara
??⁴: então você é a raposa
*prepara outro ataque
Im: *aparece na frente dele
H e L: IMURA?!
Im: *defende a porrada com um troço não identificado
eu não deixarei com que chegues nelex
MENINOX VAO!
L: CAVALO O VELHO É SINISTRO
H: *sai correndo
L: *segue o henry
Guarda¹(q era o ??⁴): é melhor não se meter, velho
Im: eu tenho 58 anox, é melhor não me chamar de velho.
*puxa objeto não identificado e abre ele direitinho
*é uma lança
*chuta o guarda e puxa a lança
de mim voxex não paxam.
**voltando pro Henry e o Lusk
L: Ô SUA LAVADEIRA VOCÊ TA MALUCO?
H: que foi
L: como voce fez aquilo??
E POR QUR VOCÊ FEZ AQUILO
H: queria ter a cara cortada em 2 é?
L: vai que eles cortam meu cabelo, seria estiloso
H: 🙄
Guarda²: *aparece na frente dos dois
aqui você não passa.
H: °°
L: *levanta as mãos e faz uma ventania que joga o cara pra trás
Gua²: então você não é uma criança comum
L: é claro que não, eu tenho doutorado em química
Gua²: *ataca com a lança de cima pra baixo
H: *puxa lusk pra trás
L: *cai de BUNDA no chão
PPPP QJAL FOI MANÉ
H: se você ficar se jogando assim nos caras você vai acabar perdendo o nariz
L: é mano... eu não quero parar de sentir cheiros
Gua²: *junta as mãos e levanta um monte de terra formando uma barreira
L: mas aí o que a gente faz cm o cara?
H: é, ai complicou
você tem alguma técnica que de dano e não só fique repelindo?
L: *pensando
*chão começa a tremer
Gua²: *sai de dentro da terra e joga lusk na direção da parede
H: *pega um pedaço de madeira meio afiado do chão e vai em direção ao guarda
Gua²: *segura mão do henry e chuta ele pra longe
PRISÃO DE CORRENTES
*daí ele cria umas correntes em volta do Henry e prende ele
H: *cai no chão
L: HENRY
H: EU NAO VOU SAIR DAQUI TAO CEDO
É COM VOCÊ
Gua²: agora que a raposa está presa, falta acabar com o resto...
H: LUSK!! ELE NAO VAI TE PRENDER ELE VAI TE FATIAR IGUAL UM QUEIJO
(Nota: os guardas não usam armaduras como os convencionais, eles usam só uma roupa bem pesada que parece ser de frio, mas ela é reforçada com um tecido bem forte e com algumas proteções de madeira e tals)
Gua²: *mira com a lança na cara do lusk e ataca
L: *leva o ataque
H: ih, morreu
L: *some
H: ????
Gua²: *acerta a própria parede
L: *atrás da parede concentrado juntando as mãos
*aponta pro cara e cria uma ventania na ponta do punho
e agora... SOCO DE AR
*voa uma rajada de ar muito forte no cara e ele sai voando
Gua²: *bate numa vendinha e o teto cai em cima dele
L: isso vai deixar ele imóvel um pouco
deixa eu te solta- *ve o Henry em pé olhando pro cara caído lá na frente
H: foi uma queda e tanto né
deve ter doído
L: COMO É QUE VOCE SAIU SEU PADEIRO DE CONFEITARIA
H: ah eu?
as correntes dele eram falsas, eram feitas de terra igual a parede dele aí
L: eu devia imaginar... _se o elemento dele é terra tudo vai ser de terra né..."
H: a terra permaneceu me apertando muito forte no início, mas com o tempo ele esqueceu de controlar ela e ela de tornou terra comum
daí ela se afetou pela ventania e umidade
L: espera um pouco...
SENDO ASSIM VOCÊ PODIA TER SAÍDO E ME AJHDADO NE MANÉ
H: deu preguiça...
L: merda.
**aparece um cara atrás do Henry com uma faca no pescoço do Henry
H: eita.
Guarda??: te peguei.
H: ah não
L: O GUARDA pera... O QHE VOCÊ FEZ COM O IMURA
(detalhe: eles tavam todos com uma máscara de madeira lol)
Guarda¹: é complicado *tira a máscara
..
*mostra o rosto q é o Imura
Im: menino, se entregarmos a raposa eles nos deixarão, e permitirão que fiquemos mais com a vila, menino!
L: ...
Im: faça isso pela gente...
L: TIO IMURA VOCÊ SVAE QUE ELE É MEU AMIGO EU NÃO VOU MATAR UM AMIGO MEU PRA SALVAR UMA VILA ONDE TODO MUNDO ME ODEIA
(grande parte do pessoal ouve isso pq da até eco)
Im: MENINO...
H: LUSK NAO É O IMURA
L: que
H: O IMURA FALA TUDO COM X, NAO LEMBRA????
L: é verdade...
*junta as mãos e prepara outro ataque
Im½: *segura as mãos do lusk com correntes
L: carapaças.
Im½: *prende lusk pelos pés afundando ele na terra
agora que eu já tenho o que eu quero
H: *lembra do doke
Do: o rsino é perigoso, eu não quero que você desça lá nunca.
Im½: *leva um golpe por trás e deixa de ser o Imura e vira um guarda normal fodase
Gua½: O QUE
Villager: QUAL FOI CABEÇA DE CARA!
L: o que?
Vi¹: Nós o ouvimos, Lusk e vos perdoamos, relaxeis
L: *se solta das "correntes"
ASSIM QUE SE FALA
Gua½: *levanta faca e ataca o Henry
L: EITA NAOO
H: *aparecw atras do lusk
oi
L: AAA COMO É QUE VOCÊ CHEGOU AQUI
H: eu troquei de lugsr com um barril
L: UM BARRIL DE CREAM SODA???
*olha pro guarda e...
Gua½: *todo melado de um líquido parecido suco de uva só que mais roxo
... isso é
decepcionante.
*prende o cara da aldeia num casulo e aponta pro lusk
VOCÊ ESTÁ ME ATRAPALHANDO
H: beleza chama o serviço de atendimento ao consumidor aí então
Gua½: HWAAAAA
L: SOCO DE AR
Gua½: *desvia
VOCÊ JA ACERTOU UMA NO OUTRO GUARDA E ACHA QUE EU CAIO NESSA?
AHEUEHHE
H: °° ideia, atira em mim
*sai correndo
L: MAGIA DS VENTO
RAJADA DA VENTANIA VERBAL
H: *troca de lugar com o guarda
Gua½: oh.
H: boa.
L: AH É CONSEGUIMOS
né Henry?
Henry?
H: *cai no chão
aaah
trocar de lugar com as pessoas é tão cansativo~
L: eu esqueci aue você gasta 3kg de mana pra isso
Vi¹: *sai do casulo
MEU DEUS O QUE ROLOU
L: eu chutei todos ele com a ajuda do meu fiel escudeiro HENR-
H: *deitado no chão dormindo
L: ... é, eu chutei eles
Vi¹: eu não sabia que você usava elementos
**surge uma porrada de gente
Vi²: é nem eu
Vi³: nem eu
Vi⁴: muito menos eu
Vi⁵: e eu também não
L: é, eu nunca me dei o trabalho de mostrar...
??: IXO FOI GENIAL MENINO AHSUEHEHEBE
L: IMURAAAAAAA
*abraça o velho
Vi¹: 😊 aí, cara, Henry né
H: hm?? oi
Vi¹: voce fez um ótimo trabalho. meu nome é Yaru
H: yaru hmm
prazer
*tenta levantar mas dói o braço q foi cortado

Vi¹: pode ir na casa da enfermeira ali ela tem medicamentos que devem te ajudar
mas aí... vocês dois
H e L: *olha pros 2
Ya: o que farão a partir de agora?
L: ...
H: ... a gente tava com uns planos de sair
L: é, conhecer a capital... e naji...
Yu: ...
(muitos)Vi: *conversando
Yu: vocês sabem que não vai ser fácil como foi aqui né
H: uhum
L: *concorda
Yu: e mesmo assim vocês querem?
Im: a qual foi Yura... deixa ox meninox... deixeis.
Yu: ...
Im: maix...
H e L: hm?
Im: amanhã.
POR QUE HOJE A NOTCHE TEREMUX RANGO GRATUITO!!!
L: OOOOH ISSO VAI SSR MUITO LEGAL TIO VALEU
H: *olhando o lusk abraçando o Imura
Yu: *chega e coloca a mão no ombro do Henry
aí.. eu confio que vocês dois vão chutar a cara daqueles caras..
vocês conseguem
mas... o lusk é meio maluco vê se ele não faz merda, ok?
H: beleza
Yu: VAMOS NSSSA PESSOAL
**um tempo depois
(o cenário tá de noite, o Henry tá na cachoeira num meio de um monte de arvorezinha com frutos roxos e vermelhos)
H: *olhando pra cima
*só se escuta a cachoeira caindo
(nota: o Henry ainda tá com um rasgado no braço mas ele tá com ataduras agora)
H: ...
eu... sempre me senti mal em deixar as pessoas preocupadas
e eu acho que agora eu tô sentindo mesmo isso
L: *Poe a mao no ombro do Henry
H: EI ah é tu
L: *comendo um bolinho
ainda preocupado?
H: um pouco
L: aí... ele provavelmente sabe que você sabe se cuidar, cara
logo ele tá descendo aí
H: ele não pode encontrar com o reino de novo...
L: ... ele era um cavaleiro?
H: sim... os cavaleiros foram trocados depois que outra pessoa assumiu o poder depois do rei Felix ter desaparecido
então os antigos cavaleiros não são tão bem vistos quanto antes
eles são como figuras que resolveram se distanciar...
L: covardes. é assim que eles são vistos...
mas quem liga?
*ainda comendo o bolinho
se alguém te ama, não liga se vai ser chamado de covarde por isso, né?
H: hehe, vai que vamo logo *dá um tapa nas costas do lusk
L: *deixa o bolinho cair
MEUS BOLINHO CAIU NO CHÃO NAAAO
H: JSKSNDHDNEKE
**no dia seguinte
Yu: adeus pessoal
Im: FALOW VOLTEM XEMPRE
H: falow
L: adeus.
**depois de um pouquinho longe
L: cara eu prometo no futuro arrumar um lugar pra eles no reino, pra eles não terem que morar tão isolados assim
aí eles vão ter uma casa legal e divertida
H: seria bolado.
L: nao seria?
aahahana se eu vou conseguir
O IMURA VAI ABRIR O NOVO IFOOD
H: ahajsnsjsjs
o que é ifood?
L: sei lá uma ideia de um restaurante de entregas que você pede e elas chegam
genial né?
H: voce que pensou nisso?
L: sim, dai eu me perdi de casa
**vem uma kunai voando do além
L: *empurra Henry pro lado
**kunai cai no chão e quase acerta eles
L: o que tá acontecendo?
H: ...
L: *olham por uma montanha
(tem tipo uma descida que leva pra uma parte mais cheia de árvore da floresta)
L: *vê uns corpos e facas no chão
que isso mano.
??: *aparece atrás deles (um cara bem alto e gordão com um facão na mão)
e aí
H: OU QUEM É TU
??: o que fazem aqui no meio de uma batalha? querem morrer
L: *junta as mãos discretamente
RAJADA DE VENTO
*empurra o cara um pouquinho pra trás
grf
??: hmm
H: como não?!
L: ele é muito pesado
??: meu turno agora.
*levanta uma mão e faz uma bola de ar
*joga nos dois numa velocidade muito alta
H: °°
L: é... aí... fodeu..
??²: REFLEXO DA LUZ
*golpe volta igual uma bala e corta a bochecha do cara
??⁰: sempre se intrometendo né, Nevaska
Ne: esqueceu que sua luta é comigo?
*aponta com o polegar pro próprio rosto
(é uma mulher bem baixinha, com o cabelo branco, uma cauda de raposa e orelhas de rosa, com uma roupa de manga comprida branca com detalhes pretos e cor gelo, luvas pretas e botas cor de gelo)
H: você é, uma raposa também?
Ne: sim mas a gente trata disso depois
antes eu vou me divertir um pouco com esse patriarca aqui
:3 (é literalmente a cara q ela faz)
FIM NO PRÓXIMO EPISODIO:
-Ep 3- Nevaska, a ninja raposa do gelo!
submitted by henrylore to Najiyu [link] [comments]


2020.09.10 15:46 henrylore Najiyu Ep 1 - A cachoeira

*Cenário todo pegando fogo
*cenário todo destruido
*explode um pedaço de um castelo ¿¿¹(pessoa de olhos vermelhos): acabou. eu destruí o líder em alguns segundos.
¿¿²(uma moça de cabelo rosa): você nem sabe o que você pode causar se fizer isso! VOCÊ NÃO PODE DESTRUIR TUDO
¿¿¹: é uma pena que todos vocês só conseguem dizer isso...
¿¿²: eu não vou deixar! *puxa espada ¿¿¹: *ataca rapidamente e acerta com a espada na ¿¿² é uma pena né... que nem esses poderes sagrados que você tem... são suficientes pra parar uma guerra ¿¿³(um velho com uma manta e um tridente): VOCE NÃO VAI CONSEGUIR *corre em direção ao ¿¿¹
**explode tudo
**você consegue ver uma criança caída no chão dentro do castelo em um lugar mais no cantinho dos escombros depois de tudo destruído
**da zoom na testa da criança e você consegue ver uma espiral
*muda pra um tempo depois e tudo volta ao normal
**numa casa
[o cenário é um quarto, com uma cama e uma mesa de cabeceira]
**debaixo do cobertor:
*sai uma cauda (de raposa)
??: *levanta e sai da cama (você consegue ver o símbolo na testa dele tbm)
hmmmmm
*abre a porta e sai do quarto
tem alguém aí?
**literalmente ninguém responde
*vai na cozinha
DOKE!
Doke?
Dooookeee....
...
Doke?
é, ele sumiu
*sobe na mesa possibilitando nossos queridos espectadores de ver o character design do nosso querido Henry
Henry
Idade: 12 anos (vai fazer 13) Altura: 1,59 Cabelo: loiro e cacheado Coisas adicionais: ele é uma raposa mas ele mesmo não …
Do: Henry? acordastes
H: *corre em direção ao doke
SIM!
como vc ta, conseguiu o telescópio q vc queria?
Do: nah, ainda não
H: mas já se fazem alguns meses...
Do: você sabe, não é todo dia que se vendem telescópios por ai
H: mas e a chuva de meteoros daqui a uma semana?
*faz carinha de choro :(
Do: relaxa a gente vai conseguir *abraça o henry
H: ... ei doke, já faz um tempo que eu quero te perguntar isso....
olha, eu nunca vi bodinhos andando com duas orelhas laranja e uma cauda laranja... então?
Do: você é um bode diferenciado
H: igual você que tem um chifre enorme?
Do: ainda bem que você não é um peixe, porque se fosse um, eu já teria pescado-
H: '-'
fiquei com medo
Do: imaginei. enfim, eu vou pescar
H: tabom, vê se não traz um baiacu dessa vez
Do: vou trazer dois, serve?
H:
*sobe na mesa possibilitando nossos queridos espectadores de ver o character design do nosso querido Henry
H: VE SE NAO DEMORA TA BOM?
Do: PODE DEIXAR...
H: ainda me da calafrios de pensar de onde eu vim...
**cai um livro de capa azul lá da estante
H: ... as pesquisas do doke... H: *abre o livro
Raposas são vistas normalmente na parte mais floresta de Naji, normalmente encontradas nas partes mas frias, e nas partes mais quentes no inverno.
Raposas são reconhecidas em Naji pela sua capacidade de controlar o fogo e de sua velocidade.
Raposas se adequam a novas experiências muito rápido
Raposas costumam ser mais sensíveis na cauda, tornando-a um alvo dos inimigos quando se trata de derrotar uma raposa.
Raposas da neve costumam ser brancas por se adaptarem a se camuflar na neve
Raposas da neve se adequam melhor a climas mais frios, e costumam ser mais experientes em áreas de caça.
Raposas vermelhas Possuem coloração laranja na cauda e nas orelhas E podem estar em qualquer região, menos a de calor extremo H: *olha pra própria cauda
^
e preferem ambientes mais aconchegantes
H: *tem um flashback do passado
{DOKE EU NAO VOU DORMIR SEM COBERTA!!}
to começando a perceber um padrão aqui...
^
Têm dificuldade de controlar mais de 1 elemento
H: *olha pro proprio dedo
eu quero... FOGO!
.
.
.
FOGO!
.
.
.
...fogo?
é, ninguém me ensinou isso afinal né...
vamo continuar
^
Raposas do deserto ou Feneco
**ouve a porta
Do: tô em casa
H: !!!!!!!! *fecha os olhos e aponta o braço na direção do livro *teleporta o livro pra estante *da um sorrisinho
*sai correndo
Do: tá em casa??? ah oi Henry
H: oi Doke tudo bom quanto tempo
Do: eu tô morrendo de cansaço...
H: mas são 12h...
Do: você fica cansado todas as 23h e 6 minutos do dia, Henry
H: não se compare comigo.
Do: você parece assustado, o que houve?
H: ... eu tava conversando com os coelhos ontem... e... já ouviu falar de raposas?
elas parecem bem parecidas comigo pelo oq falaram
Do: parecem bem parecidas é o auge do que tu ja me falou...
hmmmmm....
não, elas não tem nada a ver com você
H: MAS EU TENHO CERTEZA QUE-
Do: vamo lá Henry voce deve tá com fome, pega alguma coisa na cozinha e vai comer.
H: doke, EU sei que eu sou uma.
Do: *olha pro livro e ve ele meio caído Você olhou minhas coisas né?
H: sim.
Do: hmph...
H: *vira pro lado e pega o livro da estante
Do: *lendo
eai, o que vai fazer com essa informação?
é Henry você é uma raposa.
H: o que aconteceu com a minha família
Do: eu ainda não posso te contar *joga o livro no chao
o reino não deixa-
H: dês de quando a gente tem um reino?
vocês nunca me contaram nada mano
Do: Henry, isso é coisa de 10 anos atrás, você não vai querer sbar
H: QUANDO EU TINHA 2 ANOS?
Doke, a minha infância foi só apagada e eu não posso saber de nada....
Do: sua infância foi comigo, e você deve lembrar disso
H: E ANTES DISSO?
eu não vejo duas cabras parirem uma raposa
você nem lembra quando eu nasci né?
Daqui a 2 semanas é meu aniversário, você lembra? Do: ... ffff Henry o importante é que somos felizes ago-
H: é tudo sempre a mesma coisa eu queria sair e fazer aventuras mas você sempre fala que se eu me distanciar eu posso ser sequestrado ou sei lá eu sou um fugitivo por acaso? *sai pela porta da cozinha
Do: ...
[eles moram no topo de uma cachoeira, inclusive]
H: *na ponta da cachoeira pensando
...
*pega um ukulele de um lugar ali perto
Dó Ré Mi Fa...
Do: HENRY
H: que foi agora
Do: você ainda quer conversar sobre...
raposas?
H: não, quero conversar sobre o que houve 10 anos atrás
Do: Henry SE VOCÊ FUGIR TUDO VAI-
H: TUDO VAI? ? ? ? ? ? ?---
uh-
*escorrega da pedra e cai da cachoeira de 1km de altura
Do: HENRY
...
H: AAAAAAAAAAA
**
H: .........
*levanta
aaaah
??: *olhando pra ele
Ih ala, macaco novo na área...
H: AAAH
quem é tu
??: quem é tu né eu so te vi caindo igual a maçã na cabeça do isaac newton e tu vem me perguntar quem sou eu?
H: é o que?
L: vai, levanta dai da agua que ficar com a bunda molhada em pleno inverno não vai ser muito legal. Meu nome é Lusk. mas pode me chamar de...
*faz umas pose mt aleatória
LUSK!
H: .-. ok confesso que estou indeciso sobre qual dos dois te chamar
L: HÁ AGORA QUE NAO TEM DUVIDAS SOBRE QUEM EU SOU.... quem é você
H: meu nome é henry, eu caí porque eu tropecei e eu venho de uma família de cabras
L: hmmmmm. *coloca a mão no queixo em posição de análise
olha eu não sou nenhum profissional em biologia mas... suas orelhas e cauda não condizem com as de uma cabra...
H: valeu aí médico do SUS
L: nada
mas aí não seja por isso, venha conhecer a vila a menos que queira ficar andando na cachoeira até a conta de agua da terra chegar
---um tempo depois---
**os 2 andando na vila
L: então quer dizer que você é uma raposa?
H: uhum
L: e você caiu do ceu?
H: uhum
L: e você...
H: sim.
L: ok. tendo em vista tudo isso eu vou me apresentar
EU SOU LUSK O GRANDE
**passa uma bola de feno
H: ah sim....
L: MAS EU NÃO TE MOSTREI A MELHOR PARTE
*junta as mãos e levanta uma grande ventania pra cima do henry
H: *coloca a mão na cara
é assim que vocês cumprimentam as pessoas por aqui?
L: na maioria das vezes
H: entendi
**corta pros 2 andando pela vila
L: olha só eu tenho que dizer pra você tomar cuidado quando anda comigo, muitas pessoas me conhecem e eu sou muito famoso ok? **os 2 tão passando numa vendinha
L: OLA MEUS FÃS
Mta gnt: FÃ O CACETE! OU SAI DAI! PARA DE GRITAR EU QUERO DORMIR!
H: realmente eles te amam
L: viu? *cai um tomate na cabeça do henry
Pessoa que jogou: *fecha a janela
L: EI NÃO ENCHE OU EU ARRANCO A SUA CARA FORA!
caham, onde a gente tava? falando nisso? Tu é uma raposa?
H: uuuh, sim?
L: ah legal, é que eu nunca vi raposas por aqui
H: e você já viu raposas?
L: quando eu morava no reino e não aqui na vila
H: hmmm, e como é lá
L: olha, cara, confia em mim, é melhor a gnt não conversar sobre aqui.
H: ?
L: depois te conto. ENFIM, não é todo dia que se cai de uma cachoeira, conta mais sobre a sua cara H: ele parece nunca ter visto um ser humano antes Hmmmmmmm... eu... eu tava conversando com o Doke
L: e quem é o brother
H: ele é tipo meu pai só que não é meu pai saca
L: Não.
mas enfim pelo visto você me entende bem
mas e agora, o que pretende fazer agora que caiu aqui em baixo?
H: ... eu acabei de acordar então eu tô com fome
L: COMO ASSIM VOCE ACORDA 17H MANÉ
H: ue *vira a cabeça e olha pro lusk
L: VOCE DORME MAIS QUE UM HOMEM ANIMADOR DE FÉRIAS
CACETES
mas confesso que não comi nada até agora também...
*bota a mão no bolso e puxa umas moedas
mas eu acho que dá pra comprsr um ramen pra você
H: seriao? não precisa cara
L: mas eu quero.
H: ah então eu não posso fazer nada
então onde q a gnr compra
L: na loja do seu Imura claro
H: Imura?
L: ele é um cara elegante, relaxe
H: :0
**um tempo depois
L: *abre a porta do lugar
(o cenário é um lugar pequeninho onde tem um teto transparente com folhas por cima [o tamanho é tipo do ichiraku mas maior])
*da um socão na mesa
AE TIO O QUE TEMOS PRA HOJE
**vem do além um hashi voador
L: *segura ele com os dedos
??: *poe uma tigela na mesa
E O QHE TEMOS PRA HOJE
L: TIO IMURAAAAAA
Im: Olá.
o que comerás hoje caro MENINO!
L: uuuh o de sempre mas não vou ser eu quem vou comer
eu trouxe um cara
H: oi
Im: ... MENINO! OLA PRAZER
*aperta a mão do Henry
H: uuuh
Im: SEJA MUITO BEM VINDO AO IMURA CAFÉ ONDE VOXE PODE COMPRAR QUALQUER COISQ QUE QUEIRA COMER
L: até pedra
Im: XIM MENINO!
*olha direito pro henry
...
Uma rapoja por aqui... estranho... onde é que o luxk axou exe menino...?
TOME
*coloca ramen na mesa e da os hashis pro Henry
H: valeu, velhote
Im: Ei Luxk precisamos convexar
L: *desce da cadeira e vai pra trás do balcão
*vai lá pra trás
H: *consegue ouvir um pouco abafado
Im: voxe nao xoube que o guarda real malhuco vira hoje?
L: guarda?
Im: nós xomos rivais então elex prometeram mandar uma menxagem hoje..
E XE VIREM UMA RAPOJA O QUE FARAO?
L: tem razão velhote
H: ...
*mini flashback
Do: Henry o reino ele pode ser muito perigoso para raposas nós não podemos nos arriscar assim...
...
L: voltei Henry
H: terminei de comer, muito obrigado cara
L: *barriga ronca
*da o dinheiro pro cara
Im: ... o que voxe vai querer?
L: mas eu não tenho mais dinheiro
Im: o do MENINO é de graxa voxe é o único que paga aqui
L: OOOOOOOO
**um tempo depois um pouco de noite
L: estou cheio cara
H: to vendo
L: mas nós temos que conversar mano
H: hm?
L: acontece que um cara sinistro vai aparecer aí daqui a pouco então nós temos que...
*lembra doq o Imura disse
Im: eu irei abrigar vocês. então venham para cá amanha
L: nos refugiaremos na casa do Imura
H: tranquilo então
L: espero sair vivo dessa...
H: mas aí você não me mostrou sua casa você tem casa não é?
L: Nao, EU sou um mendigo.
H: que bosta hein
L: É OBVIO Q EU TENHO CASA MANE
H: la você me explica direito tudo
**chegando na casa do lusk
[é uma quitinete meio desarrumada com um banheiro e um sofá e uma mesa]
L: *mexe debaixo do sofá e pega um mapa enrolado
*vai em direção a mesa e estende ele lá
aqui é o reino de Valdehalle
*aponta um pouco do lado
aqui é Heartville, onde a gente tá
H: e essa neblina aqui?
L: sei lá eles chamam isso aí de reino da neblina oculta
dizem que são uns caras que vão contra o reino
H: ...
L: vai entender né
H: *levanta
a gente tem que acordar cedo amanhã pra poder ir pra casa do Imura se der tudo certo a gente sai dessa tranquilo
L: o que vc planeja fazer você só caiu aqui você não consegue voltar?
H: eu caí aqui em busca de informações sobre mim mesmo
e pra descobrir coisas que meu pai não pôde me contar
L: ...
H: vai que a gente muda algo né?
L: *da um leve sorrindo
olha, amanhã eu irei te acordar SE VOCÊ NAO ACORDAR EU TE CHUTAREI
H: tá bom pedro cara feia
**no dia seguinte
.. L: ACORDA MARILENE QUEM GANHA DINHEIRO NA CAMA É
H: ja acordei... o que você ia falar
L: hm? testador de colchão claro todo mundo sabe que quem ganha dinheiro na cama é testador de colchão
H: ah sim...
L: *pega o mapa
VENHA
**os 2 saem na direção do Imura Café
L: *ve os moradores com armas andando por aí
..... hoje não é um dia bom
H: ....
**vão andando na espreita
H: pq a gnt tá se escondendo
L: pq se nos virem vão mandar a gente ficar com alguém que a gente nao quer então trate de se esconder
H: *entram num beco
??¹: *vê cauda do Henry
*vai em direção ao beco e olha
hmph, deve ter sido impressão
H e L: *chegam no Imura Café
H: *bate na porta
Im: MENINOS! Ah que bom que extao aqui
entreis
**os 2 entram
**ouvem algo explodindo
Im: elex ja devem ter chegado
oh não
H: isso é um problema
L: ugh
H e L: *se escondem na cozinha
??²(um guarda aleatório do reino): PROCUREM EM TODAS AS CASAS eles devem estar por aqui
eles não pagaram o que deviam
e tem uma raposa aqui você diz?
??³: é-é sim senhor!
....
??²: hmph...
PROCUREM EM TODAS AS CASAS!
H: °°
??⁴: *bate na porta da casa do Imura
TRM ALGUÉM AÍ
SE TIVE DIGA AGORA!
Im: .... isso é um problema
??⁴: ABRA EU SEI QUE TEM ALGUÉM AÍ
*bate mais forte
Im: me dexculpe meninos já volto
uuh sim?
??⁴: TENS UMA RAPOSA AI QUE EU SEI
Im: nao tem nada aqui
??⁴: EU ESTOU SENTINDO MANA E NÃO É A SUA
Im: uuh relaxa, não faz sentido querer procurar num restaurante
EU SO ESTAVA AQUI QUANDO COMECOU ESSA INVASÃO
H: voce notou isso?
L: o que
H: o Imura nao tá falando errado...
L: isso é alarmante...
??⁴: *quebra a porta do restaurante
me mostre.
Im: me desculpem
*junta as mãos
*levanta umas pedras do chão
??⁴: *defende com as mãos
... me deixe passar
*explode tudo
H e L: °°
*se escondem um em cada armário do restaurante
??⁴: não devem estar aqui
DEVEM ESTAR AQUI PERTO PROCUREM!
L: vem, Henry temos QUE-
*congela na saída
....
H: o que fo-
L: i-i
**veem Imura no chão e tudo destruído
L: ........
H: ah não...
....
continua no próximo episódio :D ep 2 Rivais de Reinos diferentes, o mais forte prevalece...
submitted by henrylore to Najiyu [link] [comments]


2020.09.01 19:36 hmmild Meu feedback sobre New World

I – INTRODUÇÃO

1.Olá, primeiramente, queria dizer que eu sou apenas um cara que gosta de jogar e ajudar as pessoas e, que as vezes algumas ideias surgem à mente, e assim aconteceu durante esse primeiro contato com o jogo e, por oportuno, explicar que aqui são apenas algumas ideias iniciais, que precisam ser trabalhadas, veja bem, ideias, um ponto de vista pessoal, ou seja, apenas uma opinião pessoal como jogador.

2.Eu começo dizendo ainda: difícil não é você conseguir players para um novo jogo, mas sim mantê-los.

3.Aqui estão apenas algumas idéias e análises pessoais de um jogador comum. Muitas coisas que estarão aqui são ideias iniciais e esboços prematuros. Antes de começar, queria deixar uma visão rápida sobre o que eu penso da realidade dos MMORPGs ao longo do tempo:

  1. O mundo já não é mais como era há 10, 20 anos atrás. As tecnologias e as informações estão cada vez mais intensas e aceleradas. Dito isso, na minha análise como jogador há mais de 20 anos, eu percebo que muitas "empresas tradicionais" não acompanharam essa revolução tecno-científica no mesmo ritmo em que elas aconteceram, tanto é que muitas delas, precursoras de alguns gêneros, somam mais prejuízos do que lucro.

  1. Na primeira década do século, podíamos contar nos dedos de uma das mãos os grandes e pioneiros jogos de MMORPG, dentre outros gêneros semelhantes.

  1. Muitos de nós, hoje com seus trinta e poucos anos, ou quase lá, de existência, estávamos na adolescência e começando a engajar nesse universo dos MMORPG, passando horas e horas do nosso tempo imersos em determinado game da espécie.

  1. Pois bem, o tempo passou, e aquela galera que crescia junto com os primeiros MMORPGs foram se ocupando com seus empregos, estudos, família, enfim, já não tinham mais tanto tempo livre para despender aos MMORPG da época, que exigiam e recompensavam os jogadores mais imersivos e dedicados exclusivamente ao jogo.

  1. Nesse contexto, juntamente com o avanço acelerado da globalização, algumas empresas foram rápidas e perspicazes ao perceberem a tempo essas mudanças no mercado. Eis então que surgem e se popularizam gêneros como por exemplo: os mobas, battle royale, os hack and slash, os action rpgs entre outros.

  1. Aqui não vou me alongar muito sobre o tema, apenas dizer que esses gêneros conseguiram contemplar uma gama muito maior de jogadores, como, por exemplo, aqueles que não tem muito tempo para dispor ao game e, também obtiveram uma fatia maior ainda de mercado. Consequentemente, por obterem êxito com essa façanha, muitos jogos explodiram e se popularizam virando fenômenos, trazendo cada dia mais e mais adeptos ao seu nicho.

  1. Agora, no cenário atual, o jogador que joga 12 horas por dia e o jogador que joga apenas duas horas, estão num cenário de igualdade. Uma vez que o mundo e o mercado mudou, o foco dos games mudou, as pessoas mudaram, as tecnologias mudaram. Porém, muitas empresas, que desprezaram até a própria comunidade, não conseguiriam enxergar isso e foram à falência, já dizia Cássia Eller: “Mudaram as estações e nada mudou...♫”

  1. É possível perceber, que esses novos jogos buscam manter sempre um cenário justo, equilibrado, alinhado a diversão, interação e o constante progresso, valorizando outros aspectos em detrimento ao tempo gasto com o jogo e execuções de ações massivas, repetitivas e cansativas. Agora há um equilíbrio natural, o principio fim é, por exemplo, a habilidade individual e o raciocínio de cada jogador, e não mais nos itens e nas vantagens dos leveis que o jogador adquiriu jogando 25 horas por dia. Agora, para você conseguir progredir no game e estar entre os melhores, não é preciso ser um “crackudo” e totalmente aquém da realidade.

  1. Dito isso, deixo algumas questões? Qual caminho New World quer seguir? O que New World quer contemplar? Qual o público alvo do New World?

  1. Eu acredito que assim como algumas novas empresas estão fazendo e, conseguindo sucesso com isso, a Amazon, com o New World, pode focar o máximo possível na igualdade e num sistema justo de progressão, encaminhar as dificuldade e os desafios dentro do jogo para o ponto certo, e não mais ficar na mesmice falida de sempre.

  1. Se a Amazon conseguir isso, New World tem um potencial enorme de crescimento e de dar um passo importante para uma nova era dos gêneros de MMORPGs . Mas para isso, na minha singela opinião, é preciso deixar de lado alguns preceitos ultrapassados que já não se enquadram mais no mercado atual.

  1. Dessa forma, é necessário reinventar e criar novos paradigmas e, antes de mais nada, é fundamental ter muita coragem e não ter medo de errar, para que no fim, não seja apenas mais um no meio de tantos jogos horríveis que já existem, e que ainda insistem na mesmice ultrapassada de outrora.


II – OBSERVAÇÕES INICIAIS SOBRE NEW WORLD


  1. Acredito que New World precisa ter um proposito inicial mais conciso, seja para atrair novos jogadores, seja para mantê-los. É preciso haver uma ideia central que faça com que o game não se torne algo repetitivo, enjoativo e com um fim precoce.

  1. Como fazer isso? Primeiro de tudo, o game deve ter um sistema justo e igualitário para todos. Como assim? Deve recompensar dentro das proporções todos os jogadores de maneira igual, seja o que joga sozinho, seja o que joga em grupo, seja o que joga 20 horas por dia, seja o que joga duas horas, ponto.

  1. O quesito, por exemplo, da "sorte aleatória", pode ser bem melhor trabalhado para esse aspecto. Abordo esse tema melhor no item VIII do tópico. Isso possibilita que os jogadores tenham em mente que em New World a qualquer momento a sua sorte pode mudar, e que mesmo você jogando pouco tempo, você pode ter a chance de ser agraciado de alguma forma com a sorte.

  1. Outra fundamental observação é que devem existir temporadas sazonais, sempre com atualizações e novidades, em busca de a cada nova temporada aprimorar o conteúdo que já existe.

  1. Eu não acredito que o jogo deveria ter uma transição engessada, por exemplo: começa aqui, vai pra ali, e depois terminar lá, mas também não deve ser algo desorganizado e sem sentido, é preciso limitar algumas progressões precoce demais, criar um sistema de penalidades de ganho de experiência, assim tudo terá seu devido tempo para acontecer. O que eu mais tenho observado são players leveis baixos correndo e atravessando para áreas que tecnicamente deveria ser mais perigosa ou restritas para eles no momento. Acredito que as busca pelo level máximo não deva ser algo com grande impacto dentro do jogo, mas também não deve ser desprezado tão facilmente, o foco do jogo não deve ser farmar, farmar, farmar, farmar, farmar, tal área, ou tal monstro. O foco não deve ser o level máximo e suas vantagens extrapoladas. Sinceramente, existem infinitos e melhores aspectos a serem exploradas do que isso.

  1. Dá pra perceber que o jogo mistura um pouco a história da alta e baixa idade média juntamente com o início da formação dos primeiros burgos. O território se divide numa espécie de suserania e vassalagem e mistura a ideia de um feudo/burgo.

  1. Um grande problema que deu pra perceber nesse primeiro teste, é justamente a questão territorial, aparentemente os players tendem a se agrupar na facção que possui mais domínio de terras e mais faccionados afim de buscar mais facilidade dentro do jogo. Isso é preciso ser corrigido, criando algum sistema de equilíbrio natural, fazendo com que esta questão não tenha tanto impacto no jogo.

  1. Acredito que toda facção devia ter pelo menos 1 território permanente e estável sob seu domínio. E que essa questão territorial não influencie significativamente na progressão individual dos jogadores e nas conquistas de desempenho.


III – FLANDERS

  1. Eu acho que seria genial, desde logo, mostrar ao jogador de New World, que o mundo, ao qual ele pertence, é um universo de constante e incansáveis guerras, paralelo a luta pela sobrevivência e a oportunidade de ter seu nome na história, de ser reconhecido no universo a qual ele pertence, seja pelos seus feitos, maestrias, conquistas, habilidade, enfim.

  1. Antes de falar sobre o que acho sobre o sistema de guerra de New World, quero começar pelo sistema de “zona de Flanders”. Para quem não conhece, Flanders (atual Bélgica) foi uma região de intensa batalha entre França e a Inglaterra pelo controle do Canal da Mancha, um local de comercio lucrativo e ponto estratégico para quem o dominasse, e que deu contornos a “Guerra dos 100 anos”.

  1. New world poderia trazer áreas de intensas batalhas e diversas disputas, essas áreas seriam zonas neutras de pvp obrigatório, monstros e bosses de extrema dificuldade e difíceis de matar, porém o foco dessas áreas jamais poderia ser a experiência de leveling ou loot, mas sim a sobrevivência e o combate frenético. As facções estariam em intensas disputa, estariam preocupados em matar os super Bosses, matar as facções rivais e sobreviver. Não podem por exemplo ser aceito formação de grupo nessas áreas (precisa ser estudado). No final, conseguem as recompensas pela morte do Boss, se conseguirem mata-lo, apenas os membros da facção que causou mais dano à ele. Deve ser uma área com desafios difíceis pela sobrevivência. Para essas áreas podem haver por exemplo 3 divisões, até o lvl 20, do lvl 21 ao 40, e do level 41 ao 60, restringindo o acesso de cada area pelo level e títulos (vou falar sobre eles abaixo) dos jogadores. Novamente, o equilíbrio é tudo. Acho que pra uma ideia inicial nesse sentindo é isso.


IV – RANK E ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O PVP

  1. Um sistema de rank das mais variadas categorias deve haver em new world, é mais um objetivo a ser almejado pelos jogadores. Desde da divisão por quantidade de abate, até a divisão de level de colheita e ouro.

  1. Por exemplo, um divisão para o rank de abates e mortes, com algumas peculiaridades. Uma ideia inicial nesse sentindo seria: para cada abate que você conseguir no mundo aberto você soma 2 pontos no rank, para cada morte você diminui -1 ponto. Abater jogadores 10 leveis menores que o seu, você não pontua, morrer para jogadores 10 leveis menores que você, você perde -5 pontos. Matar jogadores com 10+ leveis maiores que o seu você soma 5 pontos. Deve haver também um sistema que pontue a assistência nos abates, para contemplar todos, principalmente aqueles que querem focar seus personagens em cura e proteção por exemplo.

  1. É preciso estudar também, como funcionaria o abate e a morte do jogador estando em um grupo.

  1. Durante a guerra os abates não contabilizam, há tão somente uma nota geral pela vitória ou pela derrota.

  1. O pvp em mundo aberto: deve acontecer num cenário mais justo possível, se o jogador for abatido por um grupo, o jogador que morreu não deve ter tantos prejuízos, isso se eles estiver solo, e o grupo que o matou não deve ter tantos benefícios, no fim o jogo deve contemplar sempre um ambiente justo e equilibrado. Consegue êxito por exemplo, aquele que tem uma melhor habilidade de combate, independente apenas dos itens que carrega, que montou uma emboscada bem sucedida, que atacou na hora certa, que conhece os limites do seu personagem, que sabe usar um contra-ataque, que combinou melhor seus pontos de habilidade, enfim. E na guerra vai vencer o que tem uma melhor estratégia, uma melhor tática, que sabe a hora de atacar, recuar. É preciso criar um sistema justo, durante o tópico vou deixar algumas outras ideias de como poderia ser isso.

  1. Basicamente é deixar claro que você ter um item lendário, não deve lhe tornar uma lenda.

  1. O jogo deve primar sempre pelo justo e o equilíbrio.

  1. Ayrton Sena e eu, cada um com uma Ferrari igual, mas no final a gente sabe o resultado, o melhor sempre ganha é claro, que nesse caso seria eu, obviamente, :rofl:. Mas deixando a brincadeira de lado, o que eu quero dizer com isso é que a vitória deve acontecer não porque o carro desse ou daquele é melhor, e sim porque naquele momento, naquela disputa, quem estava no volante foi melhor. Mantendo a analogia, na realidade atual, quem ganha é quem tem o melhor carro. Agora eu pergunto, atualmente, quem assiste, se entretém e se empolga com a Formula 1? É apenas uma analogia exemplificativa.


V – SISTEMA DE CONDUTA

  1. ​​Minha ideia principal neste item é o sistema de conduta junto com o faccionado renegado.

  1. Para entender minha ideia, primeiro quero que você entenda um pouco como ela é desenhada em minha mente. Eu dividi a conduta dos jogadores em duas, vou chamá-las de conduta azul e vermelha.

  1. Faço parte de uma facção, mas não gostei e quero mudar, posso? Depende, você está disposto a pagar o preço? Você será caçado por sua traição, seu nome estará nos murais das cidades e uma recompensa por sua cabeça será imposta, os membros da sua atual facção irão lhe caçar em busca da recompensa e de vingar sua traição.

38.CONDUTA AZUL: você ganharia pontos de conduta azul quando trabalhar em prol da facção, para cada boa conduta você ganha pontos de conduta azul, por exemplo, participação em guerras e invasões, abate de membros de outra facção, etc.

39.CONDUTA VERMELHA: seria o oposto da conduta azul, a cada “sabotagem” você perde a conduta azul, zerando sua conduta azul, ela fica negativa e começa a ficar vermelha, ao atingir uma certa quantidade de conduta vermelha você pode trocar de facção. Para ativar os pontos negativos de perda de conduta e ganho de conduta vermelha, você precisa encontrar um NPC que aparece em áreas aleatórias de vez em quando. Não pode ser previsível. Você fará uma missão que lhe permitirá realizar atos de traição ou sabotagem, como, por exemplo, matar membros de sua facção atual, a partir do momento em que você faz o primeiro ato de traição em busca de ativar a conduta vermelha, você já está marcado para morrer por causa da traição. Quanto mais atos de traição você fizer, maior será a recompensa por sua cabeça. Quando você trabalha contra a facção em busca de ser um renegado, sua cabeça está em alta e as punições são severas, ainda é preciso trabalhar nessa ideia, é apenas um esboço inicial.

  1. Uma das muitas consequências dentro da mudança de facção pode ser que o jogador perca todo o progresso de classificação, conquista e itens dentro dos armazéns de sua antiga facção, algo mais ou menos nesse sentido.

  1. Marechais e membros de altos cargos não podem mudar de facção. É preciso encontrar um título ou um limite em que a mudança é possível e o jogador se torna um renegado.


VI – TÍTULOS

  1. Acho que isso é uma oportunidade única.

  1. Implementar um sistema de títulos é um desafio e objetivo adicional para os jogadores almejarem dentro do jogo. Mas não é qualquer sistema. É um sistema único, grandioso e revolucionário.

  1. O que seriam os títulos? Primeiro, os nomes aqui são apenas para exemplificar algo que pode ser muito melhor trabalhado.

  1. Em primeiro lugar, cada facção deve ter seu “Marechal”, é mais um objetivo para os jogadores perquirirem dentro do jogo.

  1. O título de Marechal de uma facção nada mais é do que seu representante de honra e comandante máximo dentro do jogo, e esse título deve ser temporário e obtido por meio de eleição e / ou disputa em um grande evento de batalha entre os integrantes da facção, que preenchendo alguns requisitos e outros títulos pré-existentes poderão disputar essa posição.

  1. Mas para você ser um Marechal, você precisará primeiro ter alguns outros títulos, só então você poderá competir pela vaga de Marechal, em um grande coliseu, por exemplo.

  1. Todos os jogadores que foram inscritos para competir pela vaga do Marechal, competiram em um campeonato de disputa 1vs1 pelo título, até que remanesçam apenas dois que disputarão o confronto final pelo título de Marechal.

  1. Como você se qualifica para competir pelo título de Marechal?

  1. Para entender isso, você deve primeiro entender como isso é desenhado em minha cabeça:

  1. New World, a meu ver, tem uma grande oportunidade de revolucionar os jogos MMORPG. Uma chance de ouro. Faltam apenas alguns ajustes e um propósito único, grandioso e consistente.

  1. Minha ideia consiste em alguns “planos de carreira”, novamente são apenas nomes exemplificativos. Se você ama pvp, venha jogar New World, se você ama pve, venha jogar New World, sem você adorar criar e construir, venha jogar New World, se você gosta de andar pelo mapa e ser um explorador, venha jogar New World, se você quer ser muito rico e exibir suas conquistas, venha jogar New World.

  1. Em New World não deve existir aquela mesmice engessada de sempre, mago, cavaleiro, curandeiro, arqueiro, não, não e não. Em New World cada jogador montará sua própria “classe” de acordo com seu perfil, estilo de jogo e objetivos dentro do jogo. Por exemplo, você adora o pvp? Então busque os títulos e conquistas que te fortalecerão nesse quesito. Você ama o craft? Então busque os títulos e conquistas que te fortalecerão nisso. Você é um jogador mais focado no pve? Faço o mesmo, busque seus títulos e conquistas para você conseguir se destacar nessa area. O que eu quero dizer com isso é que com um sistema único e infinito você pode finalmente moldar seu personagem de acordo com suas pretensões, nenhum personagem será igual ao outro. Você quer usar bastões mágicos com foco no pve? Você então buscará dentro do jogo quais conquistas e títulos combinaram com sua maestria, itens, perfil, status, pretensões, enfim, as possibilidades são infinitas.

  1. Eu acredito que cada facção precisará de jogadores das mais diversas áreas, jogadores com habilidades de pvp, jogadores com habilidades de pve, jogadores com habilidades de artesanato, jogadores com muito dinheiro para financiar a manutenção das cidades e guerras, todos são importantes dentro de New World, independente do level e perfil do jogador, todos têm um papel dentro do jogo.

  1. Se o jogador quiser ser um expert em combate pvp, ele vai buscar uma carreira ideal que se encaixe com o seu perfil e lhe proporcione isso, primeiro focar em um titulo máximo e nas combinações de conquistas adjacentes que ele achar melhor para seu estilo, como por exemplo: General ( mais focado em combate corpo a corpo), Alquimista-mor( mais focado em dano magico e bastões mágicos), Mestre-Sacerdote (dano magico e cura), etc... São apenas alguns nomes exemplificativos.

  1. Se o jogador quiser se especializar em lutar contra bosses e monstros épicos e lendários, ele buscará o título e os caminhos para ser um Mestre Caçador.

  1. Se o jogador quiser ser um Mestre Artesão, com crafts poderosos, valiosos e exclusivos, que só ele pode fazer, então seguirá este caminho profissional.

  1. Se o jogador quiser ter muito dinheiro, com grandes aquisições, vantagens comerciais, casas, ele buscará o título de Barão-mineiro.

  1. As possibilidades são infinitas, as combinações de maestria, armas, estilo de jogo, títulos, interesses, objetivos, tudo, é um imenso mundo a ser explorado.

  1. Com alguns ajustes aqui e ali, este jogo se torna o melhor.

  1. Exemplo disso? Se você quer ser um artesão, seus serviços serão solicitados, pois somente você poderá fabricar certos itens com a possibilidade de conseguir modificações raras e valiosas, por exemplo, somente você poderá esfolar certos monstros que precisam um alto grau de maestria, e esse nível apenas os artesãos podem alcançar.

  1. Neste ponto do item, seria um mundo extraordinário, se New World seguisse esse caminho: Se ao invés de todos os monstros soltarem o mesmo item por exemplo: “couro cru”, por que não soltar itens específicos, como: couro de lobo, couro de coelho, couro de crocodilo, isso iria expandir um universo de craft extraordinário, um mercado único, os jogadores quem quiserem ser artesões teria algumas vantagens ao escolher essa carreira, só eles que poderiam esfolar alguns monstros e manejar crafts mais complexos. Esses comentários são apenas algumas ideais e exemplos que precisam ser explorados e trabalhados.

  1. O mesmo vale para o jogador que quer ser um Barão-mineiro, você com esse título máximo, pode ir até o nível 100 de mineração por exemplo. Sem o título, você só pode ir até 50, por exemplo. São ideias e combinações infinitas.

  1. O mais importante é que cada título tenha um “Plano de Carreira”.

  1. Por exemplo, se o seu forte é o combate corpo a corpo e você é focado no pvp, eu diria que você ia querer seguir a carreira de General, começando com o primeiro título de soldado, depois de algumas conquistas torna-se sargento e assim por diante até chegar ao último posto de general. Os nomes são apenas exemplares. Se esse é o seu propósito dentro do jogo, estar focado na guerra, combate corpo a corpo e no pvp, você vai buscar fazer conquistas e adquirir os melhores títulos que combinem com seu personagem, itens, maestria, etc.

  1. Ou talvez você queira dominar a arte da magia ou da cura e seguir a carreira de curandeiro ou mago. De qualquer forma, as possibilidades são imensas.

  1. O segredo e o desafio seria encontrar a melhor construção para o seu perfil, entre seus títulos, maestria, equipamentos, atributos e finalidades, por exemplo, você é um grande jogador de pvp, a lenda do combate, porém, em uma invasão de monstros os jogadores mais focados no pve, que são especialistas em abater monstros, teriam uma pequena vantagem nesse quesito, já que essa seria sua especialização. Mas cuidado, não são apenas os caçadores que poderão matar ou impactar os lendários bosses e monstros, apenas terão uma ligeira vantagem neste aspecto, pois essa seria sua carreira e função dentro do jogo, eles nasceram para isso.

  1. Se um jogador quer estar focado no pvp, mas também quer uma melhor performance para matar monstros, por exemplo, ele deve investir um pouco mais para ter uma melhor performance na luta contra monstros, e encontrar qual combinação de títulos é melhor para ele. Existem desafios e possibilidades a serem estudados, que cada jogador terá que descobrir dentro do jogo, qual o seu perfil?!.

  1. Por exemplo como seria um modelo disso na minha cabeça:

Exemplo 1
Eu quero ser um jogador focado no pvp e combate corpo a corpo:

Carreira de General
I - Título de soldado: +3 de força
II - Título de sargento: +2% de dano com arma de uma mão contra players
III - Título de tenente: +2% de resistência física e magica contra jogadores
IV - Título de capitão: +5 de força
V – General: +5% de danos contra player segurando arma de uma mão ou escudo

Exemplo 2
Eu quero ser um jogador focado no PVE e combate a distância:

Carreira de Grão Mestre Caçador
I – Título caçador 1: +3 de destreza
II –Título caçador 2: +5% de dano contra monstros
III – Título caçador 3: +5% de resistência contra monstros
IV – Título caçador 4: +5 de destreza
V – Grão Mestre Caçador: +10% de dano a distância contra monstro

  1. Os bônus dos títulos dentro do jogo, é algo a ser estudado e trabalhado cuidadosa e profundamente.

  1. Neste sistema, novamente, apenas um exemplo, cada jogador só poderia habilitar um único grande título principal ou plano de carreira principal e ter um número limitado de especializações menores. É um universo a ser explorado.


VII – LIMITES E PENALIDADES

  1. Aqui não tem muito segredo, o jogo precisa ser o mais amplo possível, não deve haver muitas restrições de uso de itens, você pode usar o que quiser, desde que preencha alguns requisitos.

  1. Os status precisam ser melhor trabalhados. Combinar determinada quantidade de atributo necessário para usar um item e/ou upar uma habilidade de maestria é algo que pode ser bem melhor trabalhado. Pode acrescentar também combinações com os títulos e plano de carreia. São muitas possibilidades.

  1. É preciso haver sistema de penalidades para ganho de experiência e formação de grupo, tanto para pve como pvp. Isso evita uma serie de problemas dentro do jogo, por exemplo, que players inexperientes e leveis baixos sejam “carregados” por outros jogadores até um momento do jogo ao qual eles não deveriam estar.


VIII – ÁREAS EXPLORÁVEIS E MONSTROS MISTERIOSOS

  1. Em primeiro lugar, para entender como isso está em minha mente, isso deve ser encarado como algo extremamente raro e completamente aleatório.

  1. A ideia não é algo: “Eu vou entrar no jogo e fazer isso”. NÃO, você não vai.

  1. É algo assim: você está caminhando no mundo aberto, no meio do nada, não é um lugar específico, não é um monstro específico, não é um momento específico, é simplesmente aleatório, não é um respawn fixo, não é você quem decide, não há cálculo, não há uma forma de você “farmar” isso, é algo totalmente imprevisível, ao acaso e por sorte.

  1. De repente você vê, não sei, um coelho diferente (monstro mistérioso), você mata e quando analisa e você tem a POSSIBILIDADE de conseguir algo valioso, veja só, eu disse que você tem a POSSOBILIDADE, por exemplo, de conseguir uma pedra valiosa, ou um componente que pode ser usado para um craft valioso, etc. Veja bem, e atenção, além desses monstros misteriosos aparecerem de maneira totalmente aleatória, a chance de conseguir alguma coisa deles também é totalmente dependente da sorte.

  1. Outra coisa que poderia existir com a mesma ideia, são áreas e / ou objetos exploráveis. Uma gruta misteriosa por exemplo, uma garrafa no meio do rio, um arbusto, coisas que o jogador tem a opção de explorar ou entrar. Mas, novamente, são coisas totalmente aleatórias, que não estão disponíveis para sempre, possuem um curto período de tempo para serem exploradas.


IX – OUTRAS IDEIAS POSSÍVEIS


  1. Futuramente, caso a comunidade e o jogo queiram implementar montarias, ou algo do tipo, é preciso criar um sistema totalmente equilibrado e muito bem elaborado, e que não tenha grande impacto na jogabilidade, eu tenho uma ideia inicial para esse sistema, onde a montaria serve ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE para o deslocamento. E o jogador terá que pensar com muito cuidado se vale a pena usá-la para uma determinada viagem.

  1. O jogador não poderá usar a montaria o tempo todo.

  1. Haverá restrições de área para montarias.

  1. O cavalo terá uma barra de energia que tem um tempo de recarga considerável, se o jogador quiser ir para uma área muito longe o cavalo pode ficar cansado, se não tiver condições para suportar a viagem, e assim ele entrará em “tempo de recarga”. O cavalo ficará na mesma velocidade de um jogador se movimentando, até que ele possa novamente desenvolver velocidade, ele poderá fazer isso somente após um determinado percentual de energia recuperada. O jogador não poderá realizar ações em cima do cavalo. Se o cavalo ou o jogador for abatido, o jogador cai e terá que decidir se corre atrás do cavalo, foge ou vai para o duelo. O jogador precisa ir até o cavalo caso perca o controle dele e o animal saia correndo pela floresta. O jogador não pode fazer algo como assobiar e o cavalo aparecer misteriosamente. Caso o jogador se perca do seus cavalo ao fugir dos inimigos por exemplo, passado algum tempo o cavalo dará respawn na cidade onde o jogador tenha feito seu “check-in”.

84.Os acampamentos devem ter estábulos para o cavalo descansar e recuperar as energias mais rapidamente, porém não deve ser algo instantâneo. De qualquer forma, há muitas variáveis em mente para isso.


X – CONSIDERAÇÕES FINAIS

Eu tenho várias outras ideias, mas por enquanto acho que é isso.

O mais importante é que o jogo entregue uma gama infinita de possibilidades alinhadas as mais variadas formas e estilos de jogos. Se você gosta do pve, você vai ter suas inúmeros funções e caminhos para de divertir e crescer dentro do jogo, benefícios de craft, farms, você pode ter um papel de destaque nas invasões de monstros e lidar com bosses difíceis, você pode conseguir riqueza e gloria nesse seguimento e estilo de jogo, igualmente se você gosta de pvp, com as intensas guerras e os espólios das batalhas pvp. Acredito que em New World toda facção vai precisa de bons jogadores de pve, com os benefícios que estes jogadores podem ter para lidar com monstros poderosos, crafts, colheitas, mineração, como também precisar do talento de bons jogadores de pvp para as batalhas e guerras. Basta encontrar o equilíbrio do sucesso.

Essas são minhas considerações em face desse primeiro contato com o jogo.

Espero profundamente que o jogo não seja apenas mais um no meio de tantos outros horríveis que já existem.

A Amazon tem plena capacidade e poder para revolucionar mais esse mercado.

Espero que alguma coisa aqui tenha contribuído com algo, e torço pelo sucesso do jogo.

E continuem sempre olhando para o Brasil, aqui também tem mercado e pessoas capacitadas para fazer muita coisa pelo mundo, tanto real como virtual. Abraços!
submitted by hmmild to New_World_MMO [link] [comments]


2020.08.28 05:25 little-Flower_ Eu consegui pensar em mim mesma

(Por favor leiam até o final,quero ter outras opiniões)(pode ser meio grande desculpa)
(Esse desabafo e sobre uma ex-amiga minha)
A(Pra dar um contexto KKKKKKKKK) Bom,uma vez na escola eu e minhas amigas ficamos dançando/criando uma coreografia,Leticia puxou ele do nada pediu pra dar nota pra mim é para as meninas,depois de muito tempo o menino que se chama Lucas,pediu meu numero dizendo que gostava de mim e tals,ela passou a gente conversou bem pouco,eu fui até meio grossa com ele,por não querer me aproximar e magoar a Letícia,ele estava tentando aproximar o amigo dele da Letícia,o amigo gostava dela gosta até hoje se bobear,depois de um tempo a Letícia começou a gostar do Lucas(eu já pressentia isso),falou comigo é pá,disse tudo bem,eu não me importava se os dois ficassem juntos,não sou dona de ninguém mesmo KKKKKKKK,não deu certo,ela ficou chateada,ajudei ela de novo,uma semana atrás,ele pediu pra mim editar algumas fotos dele e da namorada dele,aceitei de boas,nisso a gente começou a conversar um pouco mais(sem nenhuma intenção,afinal ele namora,e também não gosto dele,só como amigo mesmo),até falávamos o que achávamos um do outro antes de nos conhecer,eu mandei algumas fotos minhas assim como ele fez também,aquelas zuadas sabe?Ele mandou foto da skin dele pra ela,sem querer ele disse pelo menos,mandou uma foto minha,tentou apagar mas ela tem um whatsApp que mostra mesmo assim,ela veio reclamar comigo sobre,já era a terceira vez que isso acontecia,e sempre pelo mesmo motivo(MENINOS),eu cansei sabe?pedi pra que nós nos afastássemos,seria melhor tanto pra mim quanto pra ela,nós bloquear se excluímos das coisas,tudo,me senti mais leve com isso,nas outras que ela brigou comigo eu saí destruída,ela já me falou coisas horríveis que me magoaram demais,espero que ela esteja bem,é que consiga uma pessoa melhor que eu,finalmente me sinto leve,pela primeira vez eu consegui pensar em mim,no meu bem,não nos outros,pode parecer egoísmo,mas foi libertador?Outra coisa,eu gostava dela,eu de verdade nutri sentimentos por ela que nunca senti antes por ninguém,é isso,não fazem nem dois dias sobre o assunto,mas queria compartilhar Por favor pense mais em você,pro seu próprio bem,nós pensamos demais se vamos magoar alguém e acabamos nos magoando,te amo okay?Fique bem💛😊(Muito obrigada por ler até aqui💛)
submitted by little-Flower_ to desabafos [link] [comments]